Segunda-feira , Janeiro 22 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / 22.º Rally Adriatico 2015 – Scandola o mais forte na terra (por Carlos da Silva)
22.º Rally Adriatico 2015 – Scandola o mais forte na terra (por Carlos da Silva)

22.º Rally Adriatico 2015 – Scandola o mais forte na terra (por Carlos da Silva)

22.º Rally Adriatico 2015 – Scandola o mais forte na terra

Umberto Scandola/ Guido D’Amore em Skoda Fabia S2000 da ŠKODA Italia venceram hoje a 22.ª edição do Rally Adriatico, a 3.ª prova pontuável do Campeonato italiano de Ralis. Nas 11 especiais que compunham o programa de prova, Scandola cotou-se como o mais rápido em 8 troços, liderando desde o início aquela prova, obtendo o terceiro triunfo consecutivo naquela prova disputado nas imediações da cidade italiana de Cingoli. Sébastien Chardonnet em Ford Fiesta R5 da equipa Ford Motus Italia terminou na segunda posição a 21 seg. do vencedor, depois ter suplantado na geral o Ford Fiesta R5 LPG das BRC Gas Equipment de Giandomenico Basso (3.º) na quarta especial, o que lhe vale para já a segundo posição do campeonato. Longe do andamento imprimido nas duas rondas anteriores, Paolo Andreucci foi sistematicamente o quarto mais rápido no Peugeot 208 T16 da Racing Lyons, mantendo no entanto a liderança no Campeonato agora com seis pontos de vantagem sobre Scandola e 7 sobre Basso. Depois dos abandonos prematuros de Stefano Albertini (Peugeot 208 T16, ava. mecânica), Nicola Caldani (Ford Fiesta R5) e de Simone Tempestini(Ford Fiesta R5, ava. mecânica), a quinta posição viria a ser ocupada pelo Peugeot 207 S2000 de Mauro Trentin depois de uma interessante luta travada com o vencedor do Trofeo Rally Terra Luigi Ricci. Giacomo Costenaro (Peugeot 207 S2000) aproveitou o tempo perdido com furo lento no Škoda Fabia S2000 do piloto finlandês Teemu Suninen Racingpara terminar na oitava posição. Andrea Succi foi o melhor entre os carros de Grupo N e Giuseppe Tassone em Peugeot 208 R2 foi o vencedor entre os Júnior e o mais rápido nas duas rodas motrizes.
Pela negativa, um acidente ocorrido na SS6 levou a interrupção da prova para dar a assistência médica a 5 espectadores feridos, após o despiste do Mitsubishi Lancer Evo IX dos irmãos Barbero. Um dos espectadores teve mesmo que ser transportado a um Hospital local, com suspeita de factura em ambos os membros inferiores.

Classificação final:
1. Scandola Umberto – D’Amore Guido 1:20:45.0
Škoda Fabia S2000
2. Chardonnet S. – de la Haye T. +21.0
Ford Fiesta R5
3. Basso Giandomenico – Granai Lorenzo +50.3
Ford Fiesta R5 LPG
4. Andreucci Paolo – Andreussi Anna +1:08.4
Peugeot 208 T16
5. Trentin Mauro – de Marco Alice +2:13.4
Peugeot 207 S2000
6. Ricci Luigi – Pfister Christine +2:29.1
Ford Fiesta R5
7. Costenaro Giacomo – Bardini Justin +3:09.5
Peugeot 207 S2000
8. Suninen Teemu – Markkula Mikko +3:16.0
Škoda Fabia S2000
9. Dettori Giuseppe – Pisano Carlo +5:06.9
Škoda Fabia S2000
10. Ciava – Ciucci Giacomo +5:55.8
Ford Fiesta R5
12. Succi Andrea – Guzzi Giancarla +6:17.7
Mitsubishi Lancer Evo IX

15. Tassone Giuseppe – Michi Daniele +8:07.1
Peugeot 208 VTi R2
16. Haapamäki Henri – Salminen Marko +8:08.2
Citroën DS3 R3T Max
Restante Classificação: http://rally.ficr.it/default.asp…

Photo Credits: (C) ŠKODA Italia Motorsport – Umberto Scandola

 

Scroll To Top