Segunda-feira , Outubro 23 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / 88 pilotos estiveram na abertura nacional TTem Arganil
88 pilotos estiveram na abertura nacional TTem Arganil

88 pilotos estiveram na abertura nacional TTem Arganil

Com 88 pilotos divididos pelas três categorias que integram o campeonato nacional de Todo-o-Terreno, começou este fim-de-semana em Arganil a época 2016 da especialidade. Com um bom registo de participantes a prova organizada pelo Góis Moto Clube foi desenhada tendo como centro nevrálgico a lindíssima Antiga Fábrica de Cerâmica Arganilense, agora um espaço multi-usos na vila beirã e a vila de Góis, com duas especiais entre ambas, onde estavam as zonas de assistência e o Parque-Fechado no caso da anfitriã Arganil.

Com uma especial realizada no Sábado e mais quatro no Domingo – uma dupla passagem por duas especiais com 54 e 45 quilómetros de extensão – a prova foi apenas decidida nas derradeiras duas especiais em qualquer uma das classes em discussão. Globalmente, e porque esta prova teve uma classificação global, foi Roberto Borrego o mais veloz de todos os pilotos, mostrando mais uma vez a sua velocidade e também que as pistas sinuosas das serras beirãs são de alguma forma favoráveis aos pilotos dos moto4. Uma primeira posição que nada conta em termos de campeonato pois este divide-se entre motos, moto4 e UTV e Buggy com clara distinção entre as classes.

Roberto Borrego venceu globalmente na frente de António Maio e Mário Patrão, mas nas classes foi António Maio quem na penúltima especial assumiu a liderança da prova que levou até ao final, concluindo a corrida na frente de Mário Patrão e Sebastian Buhler, que chegou a ser também ele líder do segundo dia que teve uma manhã marcada por muita chuva e frio. Maio foi o vencedor da geral das motos e da classe TT2, com Mário Patrão a vencer nas TT3 e Sebastian Buhler nas TT1.

Nos Moto4 o dominio foi total de Roberto Borrego, que esteve sempre na frente da classe ao longo dos dois dias, batendo no final Arnaldo Martins, que conseguiu levar a melhor face a Filipe Martins que era segundo no final do primeiro dia.

Nos UTV e Buggy foi João Dias o vencedor no final de uma corrida sempre em recuperação. Vencedor da última prova do campeonato de 2015 Dias venceu com a ajuda de uma enorme hecatombe por parte dos seus rivais. Ricardo Carvalho foi o primeiro líder, mas um toque na primeira especial do segundo dia deixou o seu Yamaha com problemas que se agravaram no início da derradeira passagem pelas duas especiais em agenda e forçaram a que baixasse o ritmo. Problemas tiveram igualmente Vitor Santos – correia de distribuição – Teo Viñaras (acidente) e Bruno Martins (mecânicos) que os obrigaram a perder as primeiras posições, aproveitando da melhor forma aquele que se sagrou o primeiro vencedor do ano.

No final de uma prova bastante exigente em especial devido ás condições climatéricas no primeiro e no arranque do segundo dia, foram assim encontrados os primeiros vencedores do ano numa prova que marcou igualmente o arranque dos troféus Can-Am e Polaris, com vitórias de Avelino Luis no mono-marca da casa canadiana e João Dias na competição da marca americana.

Classificação final

Absoluto
1º Roberto Borrego – Yamaha com 2h53m54.637s
2º António Maio – Yamaha a 55.76s
3º Mário Patrão – KTM a 1m23.18s
4º Sebastian Buhler – Yamaha a 3m01.16s
5º Arnaldo Martins – Suzuki a 3m32.95s

Motos
1º António Maio – Yamaha com 2h54m50s
2º Mário Patrão – KTM a 27.419s
3º Sebastian Buhler – Yamaha a 2m05.402s
4º Gustavo Gaudêncio – Honda a 5m03.339s
5º Fausto Mota – Yamaha a 9m48.841s

TT1
1º Sebastian Buhler – Yamaha com 2h56m55.802s
2º Pedro Oliveira – Honda a 10m42.94s
3º Tiago Santos – Suzuki a 28m00.68s
4º Bruno Casquinha a 35m08.95s
5º David Ferreira – Yamaha a 29m37.12s

TT2
1º António Maio – Yamaha com 2h54m50.4s
2º António Pereira – Yamaha a 11m05.35s
3º Rui Oliveira – Yamaha a 19m27.30s
4º Chico Mota – Honda a 19m56.36s
5º Sandro Carolino – KTM a 20m13.48s

TT3
1º Mário Patrão – KTM com 2h55m17.819s
2º Gustavo Gaudêncio – Honda a 4m35.92s
3º Fausto Mota – Yamaha a 9m21.42s
4º Pedro Duarte – Beta a 27m34.13s
5º Alexandre Azinhais – KTM a 47m29.98s

Moto4
1º Roberto Borrego – Yamaha com 2h53m54.637s
2º Arnaldo Martins – Suzuki a 3m32.95s
3º Filipe Martins – Kawasaki a 3m50.25s
4º Rodrigo Pagaime – Yamaha a 8m25.40s
5º Vitor Caeiro – Yamaha a 8m48.45s

UTV/Buggy
1º João Dias – Polaris com 3h10m12.86s
2º Carlos Miranda – Polaris a 44.96s
3º Pedro Mendes – Polaris a 59.52s
4º Miguel Jordão – Polaris a 1m20.29s
5º Roberto Viñaras – Polaris a 2m32.11s

 

Scroll To Top