Segunda-feira , Dezembro 11 2017
ÚLTIMAS
Home / MODALIDADES / A McLaren Racing e a Renault Sport Racing confirmam parceria até 2020
A McLaren Racing e a Renault Sport Racing confirmam parceria até 2020

A McLaren Racing e a Renault Sport Racing confirmam parceria até 2020

 

 

A Renault Sport Racing e a McLaren Racing têm o prazer de anunciar um acordo de parceria para o fornecimento de motores para as temporadas de 2018, 2019 e 2020. A Renault Sport Racing irá fornecer os seus motores de Fórmula 1 à McLaren, em estreita colaboração com os engenheiros e os técnicos desta equipa.

 

Mesmo com uma presença comum na Fórmula 1 desde 1977 (a McLaren Racing disputou 814 GP; a Renault 591 enquanto fornecedora de motores), as duas entidades não tinham tido, até agora, ocasião de colaborar.

 

Para a McLaren Racing, a razão para esta parceria é evidente: a Renault demonstrou a sua capacidade para produzir motores capazes de conquistar títulos mundiais, tanto para a sua escuderia de fábrica, como para as equipas clientes.

 

Para a Renault Sport Racing, este acordo permite trabalhar com uma segunda escuderia de primeiro plano, capaz de fornecer todo o retorno para o progressivo desenvolvimento do motor.

 

A parceria McLaren-Renault tem como objetivo a vitória.

 

Jérôme Stoll, Presidente da Renault Sport Racing :

«Esta é uma decisão estratégica para a Renault Sport Racing. É a primeira vez que vamos trabalhar com a McLaren e estamos orgulhosos por termos chegado a acordo com uma estrutura com tal historial na Fórmula 1. Esta aliança não será apenas técnica e desportiva, pois será também suportada por ações de marketing e de comunicação.»

 

Cyril Abiteboul, Diretor-Geral da Renault Sport Racing :

«Estamos muito contentes por podermos anunciar esta parceria entre a Renault Sport Racing e a McLaren Racing. É muito excitante cria esta relação entre duas marcas históricas na Fórmula 1 e que vão, pela primeira vez, cooperar. A McLaren é uma equipa inspiradora, com pilotos talentosos, que nos irão ajudar, não somente no desenvolvimento do motor, mas, também, servir de referência e de exemplo para o desenvolvimento da nossa atividade de chassis. É um novo recomeço para uma equipa várias vezes campeã do Mundo e que está impaciente para recuperar a glória.»

 

Sheikh Mohammed bin Essa Al Khalifa (Presidente Executivo e Diretor do Comité Executivo do McLaren Group) :

«A Renault é um construtor que, tal como a McLaren, tem a Fórmula 1 profundamente enraizada no seu ADN. A Renault introduziu o conceito da sobrealimentação na Fórmula 1 em 1977, ganhou Grandes-Prémio com e sem motores turbo, e foi sempre pioneira no desenvolvimento de novas tecnologias para a Fórmula 1.

 

Um McLaren impulsionado pela Renault Sport Racing é um novo e excitante conceito para a Fórmula 1. Na McLaren, temos a motivação, o desejo e os recursos para sermos competitivos em 2018 e com a força da Renault deveremos fazer um significativo progresso para o topo da grelha.

 

O anúncio de hoje marca o início de um novo capítulo na história da McLaren.»

 

Zak Brown, Diretor Executivo do McLaren Technology Group:

«Este anúncio dá-nos a estabilidade necessária para desenvolvermos o nosso chassis e o nosso programa técnico para a temporada de 2018.

 

A McLaren sempre trabalhou para formar parcerias estáveis com os seus fornecedores. Estamos convencidos que teremos um real valor acrescentado, trabalhando lado a lado com a Renault Sport Racing, no desenvolvimento da atual unidade de potência, de modo a somar sucessos com regularidade.»

 

 

 

Scroll To Top