Quarta-feira , Setembro 20 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / ADEMAR PEREIRA COM PROVA CONDICIONADA EM MAÇÃO
ADEMAR PEREIRA COM PROVA CONDICIONADA EM MAÇÃO

ADEMAR PEREIRA COM PROVA CONDICIONADA EM MAÇÃO

A pista da Boavista em Mação, distrito de Santarém, foi o palco da segunda jornada do Campeonato Nacional de Rallicross. A defender as cores da Recirosa Competições, o piloto de Viana do Castelo voltou a marcar presença na prova, um ano depois de ter feito neste mesmo circuito a sua estreia absoluta na modalidade.

Fazendo a estreia de um novo Renault Megane Coupe, Ademar Pereira partiu para Mação com um objectivo claro: rodar o máximo possível tentando amealhar pontos na divisão “Super Nacional” e simultâneamente ganhar rápida adaptação à nova máquina.

Com as primeiras mangas de treinos a decorrerem na tarde de sábado ainda com tempo seco, Ademar Pereira detectava de imediato uma anomalia no normal funcionamento do Megane, que impedia o motor de passar das 3000 rpm. Apesar dos esforços, o problema acabaria por não ficar totalmente eliminado, o que impediu mesmo o piloto de alinhar na primeira manga de qualificação.

Para o domingo a chuva fazia desde cedo a sua aparição deixando antever muitas dificuldades aos concorrentes.

Depois de algumas horas “extra” durante a noite por parte da equipa técnica da Box 64 Msport, com a troca de alguns componentes eléctricos e mecânicos, o Renault Megane vermelho e branco mostrava-se um pouco melhor mas as condições do piso não permitiam imprimir um andamento mais forte obrigando o piloto natural de Lanheses a cuidados redobrados com a condução.

Com o decorrer das primeiras mangas do dia, os receios do piloto confirmavam-se e a muita lama existente impossibilitava qualquer tentativa de aumentar o ritmo. Desta forma, Ademar Pereira concentrou-se sobretudo em levar o carro até ao final sem sofrer qualquer percalço, estratégia que acabaria por permitir o apuramento para a final. No entanto, com os problemas electricos sentidos na véspera a acentuarem-se novamente, Ademar Pereira acabaria por não ir além do 7º lugar.

No final da prova, Ademar Pereira mostrava-se conformado: “Não foi o resultado que gostaríamos mas foi o resultado possível. Sabíamos que iriam ser corridas difíceis principalmente devido à pouca rodagem que tinha do carro. Os problemas sentidos acabaram por limitar bastante o nosso andamento, mas a estreia de um carro novo traz sempre esses riscos. Como não conseguimos testar devidamente por causa do mau tempo dos últimos dias, acabou por ser a prova de Mação a servir de grande teste. O resultado final não nos deixa satisfeitos, mas pelo menos ficamos com a  noção dos pontos que teremos de trabalhar para que o Megane se torne competitivo.

Vamos trabalhar afincadamente no sentido de atingir esse objectivo embora a calendarização de provas nos possa levar a utilizar novamente o Renault Clio até garantirmos que o Megane seja competitivo e fiável.”

A próxima prova do Campeonato Nacional de Rallicross decorrerá nos dias 30 e 31 de Maio em Castelo Branco.

 

Scroll To Top