Quarta-feira , Agosto 22 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Álvaro Parente protagoniza corrida de sacrifício
Álvaro Parente protagoniza corrida de sacrifício

Álvaro Parente protagoniza corrida de sacrifício

 

Álvaro Parente protagonizou uma corrida de sacrifício na Road Race Showcase, a nona ronda do IMSA SportsCar Championship, conseguindo cruzar a linha de meta num trabalhoso sétimo lugar.

O fim-de-de-semana de Road America prometia ser muito competitivo, mas acabou por ser muito mais complicado devido a um conjunto de factores que impediram que a dupla formada pelo português e por Katherine Legge pudesse concretizar num bom resultado o potencial que demonstrou.

Primeiro foi uma bandeira vermelha durante a qualificação a impedir a pilotos inglesa de ir além do sétimo lugar da classe GTD. Depois, já na corrida de domingo, foi um toque instantes após arranque a danificar o Acura NSX GT3 número oitenta e seis da Meyer Shank Racing condicionando a sua performance. “

A formação norte-americana, sempre muito ágil estrategicamente, adoptou uma estratégia diferente para o carro de Álvaro Parente, mas com tantas situações de bandeiras amarelas ao longo da prova, qualquer vantagem ficou diluída. No final o sétimo lugar foi o máximo que o português conseguiu, tendo para isso que lutar intensamente, como demonstrou o facto de ter ganho uma posição na derradeira volta da corrida de duas horas e quarenta minutos. “No meu primeiro ‘stint’ tinha um pouco mais de aderência à frente. Penso que, à medida que a corrida foi progredindo, os danos que sofremos no início foram tendo mais impacto no comportamento do carro. Sabíamos que não tínhamos tanta velocidade de ponta como os nossos adversários e tudo ficou pior com os danos – sentíamos dificuldades até para virar a para a direita. Também não tivemos sorte no que diz respeito à estratégia e acabou por ser impossível fazer melhor”, afirmou o português.

Apesar do resultado aquém das expectativas geradas pela equipa antes do fim-de-semana de Road America, Álvaro Parente sublinha que foi o conjunto de circunstâncias que enredaram o Acura NSX GT3 número oitenta e seis impediram a obtenção de um melhor resultado. “Penso que, sem as contrariedades de que fomos vítimas, poderíamos ter conquistado um resultado mais positivo. Mas as corridas são assim mesmo, por vezes não temos como inverter pequenos azares que nos vão acontecendo ao longo de um fim-de-semana e todos juntos acabam por nos condicionar. Vamos continuar a trabalhar para na próxima prova podermos mostrar com resultados o nosso verdadeiro potencial”, sublinhou o português.

A prova seguinte do IMSA SportsCar Championship disputa-se na VIRginia International Raceway entre os dias 17 e 19 de Agosto, mas já no próximo fim-de-semana Álvaro Parente tem mais uma ronda do Pirelli World Challenge, em Utah.

 

Scroll To Top