Sábado , Setembro 22 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Analise pilotos U-27 ERC Azores Airlines Rallye
Analise pilotos U-27 ERC Azores Airlines Rallye

Analise pilotos U-27 ERC Azores Airlines Rallye

PEDRO ANTUNES (PRT)
Co-driver: TBA (PRT) Equipa: TBA Car: PEUGEOT 208 R2

“Esta será a minha segunda vez competindo nos Açores Rallye, minha rodada do ERC. É com certeza um dos mais difíceis comícios que já fiz, mas também um dos mais belos. Os estágios são muito agradáveis, mas também muito complicados. Meu objetivo é lutar pelo pódio e, portanto, mostrar aos meus patrocinadores que posso lutar pela vitória no ERC Junior Under 27, um dos campos R2 mais competitivos do mundo “.

DOMINIK BROŽ (CZE)
Co-piloto: Petr Těšínský (CZE) Equipa: ACCR Czech Team Car: PEUGEOT 208 R2

“Estamos muito felizes por voltar ao ERC novamente na classe Junior U27, este será o terceiro ano da série. Este ano, esperamos ser rápido, pois temos muita experiência. O calendário deste ano é o mesmo que o ano passado, além da Polônia, que é o único evento novo, por isso esperamos continuar do ano passado. Em 2017, sofremos muitos problemas técnicos, mas acho que agora estamos totalmente preparados com o carro e estamos ansiosos para o próximo ano. É difícil dizer como faremos, pois há muitos novos pilotos que entram no campeonato e não sabemos o quão competitivo eles são. Os drivers da Opel ADAM e Simon Wagner parecem ser favoritos, mas veremos nas primeiras etapas como comparamos. “

DIOGO GAGO (PRT)
Co-driver: TBA (PRT) Equipa: TBA Car: PEUGEOT 208 R2

“Não estou totalmente confiante porque é o primeiro rali da temporada e ainda não testei. Eu fiz os Açores quatro vezes no passado, este ano será a minha quinta tentativa, então isso deve me ajudar porque já conheço as estradas e o verdadeiro caráter das etapas. Mas os outros que vêm aqui pela primeira vez terão feito uma boa preparação para que não seja fácil. É difícil saber se eu vou ser muito rápido porque eu não conduzi em cascalho em quase um ano e não estou tão confortável no carro, não estou no ritmo, mas espero poder encontrar isso quando testaremos . No momento, estamos apenas planejando fazer os Açores, mas se ganharmos ou chegarmos em segundo lugar talvez possamos ir para Canarias, mas teremos que ver porque agora não tenho orçamento para mais “.

MIIKA HOKKANEN (FIN)
Co-piloto: Jukka Pasenius (FIN) Equipa: Oktan Sport Car: PEUGEOT 208 R2

“Nós fizemos nosso primeiro teste no carro na Croácia, minha primeira vez no PEUGEOT 208 R2. Esta será a minha primeira visita aos Açores também, um monte de coisas novas. É claro que o evento será muito difícil para nós, porque não estivemos lá, então não temos expectativas, mas queremos terminar o evento e, esperançosamente, obter o melhor resultado que pudermos. Mas não sabemos onde estaremos porque é a primeira corrida da temporada. Os pilotos da equipe da Opel serão muito rápidos com a equipe que venceu o campeonato nos últimos anos, e há muitos outros motoristas talentosos, então esperamos que a competição seja muito boa “.

TOM KRISTENSSON (SWE)
Co-piloto: Henrik Appelskog (SWE) Equipe: ADAC Opel Rallye Junior Team Carro: Opel ADAM R2

“Nossa preparação para o Azroes Rallye tem sido acelerada! Ainda não posso acreditar que estou prestes a fazer a reunião dos meus sonhos com uma equipe de sonhos. Estamos realmente ansiosos para isso e estamos confiantes de que podemos oferecer um bom resultado. Eu sei que posso ser rápido em cascalho, mesmo nos estágios complicados e estreitos dos Açores. Tanto o ADAC Opel Rallye Junior Team como o ADAM R2 provaram seu enorme potencial em todas as superfícies, por isso estou otimista de que podemos ser competitivos contra todas as armas jovem altamente talentosas no ERC Junior U27. Uma coisa é certa: vou sorrir do começo ao fim “.

EFRÉN LLARENA (ESP)
Co-piloto: Sara Fernández (ESP) Equipa: Rally Team Spain Car: PEUGEOT 208 R2

“Eu me sinto muito bem à frente dos Açores Rallye. Trabalhamos muito durante o inverno. Estar competindo com este time neste carro neste campeonato é uma ótima oportunidade para nós e nós temos que aproveitá-lo. Vamos tentar terminar o evento com muitos pontos importantes para o campeonato. Sabemos que é um rally muito complicado, mas acho que temos a experiência certa para gerenciá-lo. Eu acho que motoristas locais como [Diogo] Gago e [Pedro] Antunes serão muito rápidos, mas é claro que também os drivers da Opel e Saintéloc. Veremos como nos comparamos com eles “.

CATIE MUNNINGS (GBR)
Co-piloto: Anne Katharina Stein (DEU) Equipa: Saintéloc Junior Team Car: PEUGEOT 208 R2

“Eu tenho trabalhado na Suécia em um lago de gelo por dois meses como um instrutor de condução que foi muito legal. Também me deu algum tempo sobre o gelo para refinar o controle do meu carro, o que espero traduzir em habilidades de cascalho para os Açores. Voltei da Suécia e fui direto para a França, onde fiz dias de treinamento na oficina e trabalhei em algum treinamento físico no mesmo lugar que Sébastien Loeb faz, o que foi realmente aberto. Eu realmente quero terminar o primeiro evento do ano, não fiz o ano passado, mas acho que é uma reunião muito difícil. No ano passado, foi apenas o meu segundo evento de cascalho que foi uma grande pergunta, pois a superfície é muito particular, pois é uma rocha vulcânica e não é suave como a Letônia, por exemplo. Eu não estive em cascalho desde então, então espero que eu me reajuste no nosso teste pré-evento na ilha. O Opels será rápido em cascalho, mas acho que Simon Wagner é um pouco prejudicial, pois ele é muito rápido e muito inteligente, então ele é um ótimo benchmark para me comparar com a minha equipe. O padrão de todos os drivers no ERC é tão alto que você progride muito mais rápido, comparando-se com todos os outros “.

MĀRTIŅŠ SESKS (LVA)
Co-piloto: Renārs Francis (SWE) Equipe: ADAC Opel Rallye Junior Team Carro: Opel ADAM R2

“Não posso esperar para enfrentar essas grandes estradas ao volante do Opel ADAM R2. Tenho que admitir que estou um pouco nervoso porque não completei mais de 100 quilômetros no carro novo até agora, mas estou confiante de que me adaptei bastante rápido. No momento, estamos tentando preparar-se o mais que pudermos, analisando etapas e recebendo treinamento de reconhecimento. Será uma explosão começar realmente a trabalhar com o ADAC Opel Rallye Junior Team. O mais importante será aproveitar e terminar o rali e voltar para casa com alguns bons pontos no campeonato ERC Junior U27 “.

SIMON VALLENTIN (DNK)
Co-piloto: Jeannette Kvick (DNK) Equipa: Renato Pita Motorsport Eventos Carro: PEUGEOT 208 R2

“Estamos nos preparando como sempre fazemos, observando muitas imagens de bordo de anos anteriores, fazendo algum treinamento mental e físico e também tendo um pequeno teste em nosso PEUGEOT 208 R2. Isto é absolutamente crucial antes dos Açores, já que não fiz um rali de cascalho completo desde 2012. Por isso, é difícil dizer onde vamos acabar. Eu sei que há muitos rapazes neste grupo, mas sempre apontar para um bom resultado, então um top cinco seria bom. Eu acredito em mim e acredito que podemos lutar no topo em todos os eventos, se conseguimos ficar longe do problema “.

MATTIA VITA (ITA)
Co-driver: Pietro Ometto (ITA) Equipe: G-Force Marketing Solutions Carro: PEUGEOT 208 R2

“Estou realmente ansioso por estar indo para os Açores, uma manifestação famosa por suas paisagens deslumbrantes e suas condições climáticas difíceis. É um dos eventos de cascalho mais difíceis do mundo e para alguém como eu com experiência mínima de cascalho é muito fácil cometer um erro, então meu objetivo é ser muito consistente. Meus antecedentes em corridas de circuitos me ajudarão nos eventos de Tarmac, mas até Roma, só estou olhando para ganhar a maior experiência possível. Estou realmente feliz por fazer parte do ERC. Com os meus parceiros que procuram mais cobertura da mídia, a série faz sentido com a parceria com o Eurosport e os comícios bonitos e desafiantes para competir “.

SIMON WAGNER (AUT)
Co-piloto: Gerald Winter (AUT) Equipe: Saintéloc Junior Team Car: PEUGEOT 208 R2

“Estou muito animado para ser honesto. Os Açores estarão pela primeira vez com o PEUGEOT 208 R2 em cascalho, a minha primeira vez em cascalho com os pneus Pirelli e meu primeiro evento com a equipe Saintéloc, mas acredito que a equipe me ajudará muito a tirar o melhor proveito desta reunião e me ajude a melhorar passo a passo. Um programa como este é tudo que eu sempre quis e estou incrivelmente orgulhoso da minha família e dos meus patrocinadores que me ajudaram a garantir este acordo, foi tanto trabalho! Os Açores podem ser um evento muito difícil para nós, já que não conduzi muitos encontros de cascalho na minha carreira, mas olhando para toda a temporada, estou confiante de que podemos lutar pelo título “.

 

Scroll To Top