Sexta-feira , Novembro 16 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / André Cabeças / Bino Santos foram fortes em Viana do Castelo
André Cabeças / Bino Santos foram fortes em Viana do Castelo

André Cabeças / Bino Santos foram fortes em Viana do Castelo

 

A dupla André Cabeças / Bino Santos num Mitsubishi Lancer Evo IX venceu a edição 2018 do Rali de Viana do Castelo , depois de uma prova onde  aliaram a rapidez à solidez da condução. A dupla vencedora este no oposto de alguns dos seus principais adversários que acabaram por ter as suas prestações e aspirações comprometida por razões diversas.

 

No primeiro dia de prova, logo no segundo troço, ficaram de fora dois intervenientes de peso: o líder do Campeonato Norte de Ralis – Luís Delgado com problemas numa rótula do Citroen C2 S1600 e Carlos Fernandes com problema de transmissão no Mitsubishi Lancer Evo VI. Delgado não regressou no Domingo ao contrário de Carlos Fernandes.

Os acontecimentos de Sábado levaram a que o rali apenas tivesse um dia verdadeiramente competitivo no Domingo, mas Adruzilo Lopes ficava de fora logo no primeiro troço. Na frente estava André Cabeças com Vítor Pascoal / Ricardo Faria no Porsche 997 GT3 a ocupar o 2º lugar. O interesse de Pascoal no Campeonato de GT deixava fora de hipótese qualquer ataque a André Cabeças , preferindo o piloto do Porsche garantir o triunfo no seu campeonato e amealhar os respectivos pontos. Com isto  André Cabeças viu a sua tarefa de manter a liderança facilitada culminando com um triunfo por uma margem de 15,5s.

A dupla Vianense João Alves / José Rodrigues num Peugeot 106 conseguiu o 3º lugar final depois de uma animada luta com Pedro Lago Vieira / Paulo Leonês num Peugeot 208 R2. A contenda decidiu-se no derradeiro troço por 6,0s. Fernando Peres / José Pedro Silva colocaram o Mitsubishi Lancer Evo IX no 5º lugar final depois de um mau início que obrigou a um Domingo a ganhar lugares na geral. Peres com este lugar venceu o Desafio Kumho Portugal.

Nos clássicos Joaquim Bernardes / Laurinda Alves no VW Golf GTI MKI venceram, ao passo que na Copa 106 o triunfo foi para Fábio Paço / Pedro Moura.

O Rali de Viana do Castelo ficou marcado por um atropelamento mortal de um espectador no segundo troço de Sábado. A comissão organizadora decidiu suspender a prova após a confirmação desse acontecimento, cancelando todos os troço de Sábado. O rali regressou no Domingo conforme inicialmente previsto, mas cerimónia de entrega de prémios decorreu sem a festa do champanhe. Os pilotos juntaram-se todo no pódio para um minuto de silencio em memória do adepto falecido no dia anterior.

 

Scroll To Top