Quarta-feira , Julho 26 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / António Maio, Arnaldo Martins e João Lopes vencem Baja de Loulé
António Maio, Arnaldo Martins e João Lopes vencem Baja de Loulé

António Maio, Arnaldo Martins e João Lopes vencem Baja de Loulé

 

Nas motos os três primeiros terminaram separados por 21 segundos

 

 

Veja os vídeos da 1ª e 2ª etapa aqui e aqui

 

Com uma luta emocionante na competição moto, que terminou favorável ao campeão António Maio, cumpriu-se no Algarve a terceira jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que teve também como vencedores Arnaldo Martins nos Quad e a dupla João Lopes/Bruno Santos nos SSV.

 

Trio fantástico nas duas rodas

Nas duas rodas foi necessário que os três primeiros pilotos em pista terminassem a corrida para se apurar o vencedor. O trio que subiu ao pódio terminou separa por 21s com vantagem para António Maio (Yamaha) que bisou esta temporada e mantém a liderança do campeonato.

Depois de ter entrado de forma dominadora no prólogo Sebastian Buhler (Yamaha) não conseguiu estar tão forte como noutras ocasiões e terminou a 12s. Pelo contrário Mário Patrão (KTM) entrou demasiado à defesa, mas terminou fortíssimo a 21s do vencedor.

Luís Teixeira (Yamaha) foi o vencedor da Classe TT3 enquanto o triunfo na também disputadíssima classe TT1 pertenceu a Fernando Ferreira (Yamaha). Os restantes vencedores nas duas rodas foram Martim Ventura (Yamaha) na Classe Promoção, Luís Cunha (KTM) na Classe Veteranos e Flávia Rolo (KTM) entre as Senhoras.

 

E vão 3 para Arnaldo Martins

Entre os Quad a corrida algarvia limitou-se a confirmar o enorme favoritismo de Arnaldo Martins (Suzuki) que terminou com quase meia hora de vantagem para o jovem Fábio Ferreira (Yamaha) numa corrida onde terminaram apenas 3 pilotos.

 

A vez dos Polaris

Entre os SVV foram muitos os que passaram pelas primeiras posições, mas João Lopes permaneceu quase sempre na liderança (apenas Rui Serpa – também em Polaris – passou pela liderança no 1ª dia) e terminou com mais de cinco minutos de vantagem, dando à Polaris a sua primeira vitória esta temporada.

Evacuado depois de ter sido picado por abelhas, às quais é alérgico, Ruben Faria (Can-Am) foi um dos vários pilotos que passou pela segunda posição, lugar que acabou por ser ocupado por Vitor Santos em Can-Am que venceu também entre os Veteranos. Ao pódio subiu ainda o campeão nacional João Dias em Polaris.

Bruno Martins e Bruno Matias, ambos em Can-Am, ocuparam os restantes lugares do Top 5. Bruno Martins regressou à liderança do Campeonato, enquanto Bruno Matias venceu a Classe Promoção.

Entre os Yamaha o mais rápido foi desta vez Mário Franco que terminou na 6ª posição depois de animado duelo com o estreante, em SSV, Beto Borrego que terminou na 2ª posição da Taça Yamaha Classe Open. Na Classe Stock o vencedor foi Álvaro Oliveira que terminou na 13ª posição absoluta.

Luís Caseiro venceu a Classe não Turbo do Troféu Polaris enquanto que Tânia Diogo foi a vencedora da Taça das Senhoras, tendo terminado ainda em 3º lugar da Classe Stock da Taça Yamaha.

 

A próxima etapa do Campeonato terá lugar em Reguengos de Monsaraz de 26 a 28 de maio.

 

Classificações (após três provas)

Moto: 1º António Maio (Yamaha) 70 pontos; 2º Mário Patrão (KTM) 52; 3º Sebastian Bühler (Yamaha) 45; 4º Luís Teixeira (Yamaha) 37; 5º David Megre (KTM) 29.

Quad: 1º Arnaldo Martins (Suzuki) 75 pontos; 2º Filipe Martins (Kawasaki) 40; 3º Vitor Caeiro (Yamaha) 29; 4º Luís Pimenta (Suzuki) 22; 5º Fábio Ferreira (Yamaha) 20.

SSV: 1º Bruno Martins (Can-Am) 54 pontos; 2º Pedro Mendes (Can-Am) 49; 3º João Dias (Polaris) 47; 4º Vitor Santos (Can-Am) 37; 5º João Monteiro (Can-Am) 24; 6º Nuno Matias (Can-Am) 23.

Nas motos os três primeiros terminaram separados por 21 segundos

 

 

Veja os vídeos da 1ª e 2ª etapa aqui e aqui

 

Com uma luta emocionante na competição moto, que terminou favorável ao campeão António Maio, cumpriu-se no Algarve a terceira jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que teve também como vencedores Arnaldo Martins nos Quad e a dupla João Lopes/Bruno Santos nos SSV.

 

Trio fantástico nas duas rodas

Nas duas rodas foi necessário que os três primeiros pilotos em pista terminassem a corrida para se apurar o vencedor. O trio que subiu ao pódio terminou separa por 21s com vantagem para António Maio (Yamaha) que bisou esta temporada e mantém a liderança do campeonato.

Depois de ter entrado de forma dominadora no prólogo Sebastian Buhler (Yamaha) não conseguiu estar tão forte como noutras ocasiões e terminou a 12s. Pelo contrário Mário Patrão (KTM) entrou demasiado à defesa, mas terminou fortíssimo a 21s do vencedor.

Luís Teixeira (Yamaha) foi o vencedor da Classe TT3 enquanto o triunfo na também disputadíssima classe TT1 pertenceu a Fernando Ferreira (Yamaha). Os restantes vencedores nas duas rodas foram Martim Ventura (Yamaha) na Classe Promoção, Luís Cunha (KTM) na Classe Veteranos e Flávia Rolo (KTM) entre as Senhoras.

 

E vão 3 para Arnaldo Martins

Entre os Quad a corrida algarvia limitou-se a confirmar o enorme favoritismo de Arnaldo Martins (Suzuki) que terminou com quase meia hora de vantagem para o jovem Fábio Ferreira (Yamaha) numa corrida onde terminaram apenas 3 pilotos.

 

A vez dos Polaris

Entre os SVV foram muitos os que passaram pelas primeiras posições, mas João Lopes permaneceu quase sempre na liderança (apenas Rui Serpa – também em Polaris – passou pela liderança no 1ª dia) e terminou com mais de cinco minutos de vantagem, dando à Polaris a sua primeira vitória esta temporada.

Evacuado depois de ter sido picado por abelhas, às quais é alérgico, Ruben Faria (Can-Am) foi um dos vários pilotos que passou pela segunda posição, lugar que acabou por ser ocupado por Vitor Santos em Can-Am que venceu também entre os Veteranos. Ao pódio subiu ainda o campeão nacional João Dias em Polaris.

Bruno Martins e Bruno Matias, ambos em Can-Am, ocuparam os restantes lugares do Top 5. Bruno Martins regressou à liderança do Campeonato, enquanto Bruno Matias venceu a Classe Promoção.

Entre os Yamaha o mais rápido foi desta vez Mário Franco que terminou na 6ª posição depois de animado duelo com o estreante, em SSV, Beto Borrego que terminou na 2ª posição da Taça Yamaha Classe Open. Na Classe Stock o vencedor foi Álvaro Oliveira que terminou na 13ª posição absoluta.

Luís Caseiro venceu a Classe não Turbo do Troféu Polaris enquanto que Tânia Diogo foi a vencedora da Taça das Senhoras, tendo terminado ainda em 3º lugar da Classe Stock da Taça Yamaha.

 

A próxima etapa do Campeonato terá lugar em Reguengos de Monsaraz de 26 a 28 de maio.

 

Classificações (após três provas)

Moto: 1º António Maio (Yamaha) 70 pontos; 2º Mário Patrão (KTM) 52; 3º Sebastian Bühler (Yamaha) 45; 4º Luís Teixeira (Yamaha) 37; 5º David Megre (KTM) 29.

Quad: 1º Arnaldo Martins (Suzuki) 75 pontos; 2º Filipe Martins (Kawasaki) 40; 3º Vitor Caeiro (Yamaha) 29; 4º Luís Pimenta (Suzuki) 22; 5º Fábio Ferreira (Yamaha) 20.

SSV: 1º Bruno Martins (Can-Am) 54 pontos; 2º Pedro Mendes (Can-Am) 49; 3º João Dias (Polaris) 47; 4º Vitor Santos (Can-Am) 37; 5º João Monteiro (Can-Am) 24; 6º Nuno Matias (Can-Am) 23.

 

Scroll To Top