Segunda-feira , Setembro 24 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / ARFDG MOTORSPORT EM DESTAQUE NA RAMPA DA FALPERRA
ARFDG MOTORSPORT EM DESTAQUE NA RAMPA DA FALPERRA

ARFDG MOTORSPORT EM DESTAQUE NA RAMPA DA FALPERRA

Desta feita a equipa ARFDG Motorsport surgiu em força, com um novo reforço, trata-se do Ford Escort de Victor Ramos, que acabou por não ter sorte, mas no oposto surge João Vilas Boas que ao volante do Renault Clio RS, mostrou a toda a gente o que é   conduzir o pequeno bólide de origem francesa debaixo de péssimas condições atmosféricas. Por outro lado João Gonçalves também um deu “ar de sua graça”, com alguns problemas mas chegou ao final da prova.

Quanto à prova  de Victor Ramos, um motor partido acabaria com as aspirações do piloto de Braga, no entanto na 1ª subida de treinos faria um tempo de 3.16.854, para conseguir melhorar na segunda subida de treinos, onde obteve 2.55.616, voltando a baixar o ritmo na derradeira de treinos, obtendo 3.06.325.Foi no inicio da  primeira subida de prova, que o Ford Escort deu problemas e assim Victor Ramos nem sequer alinharia à partida. Sobre o que aconteceu o piloto apenas nos disse “ não entendo o que se passou, era um motor novo, não cometi excessos, francamente não sei. Tenho pena de ter desistido, pois o meu objectivo era lutar pela vitória em termos de categoria, mas agora vamos ver o que originou tudo isto, foi pena, pois estava confiante que ia obter uma boa classificação “.

Outro piloto da equipa, Jorge Gonçalves ao volante do seu Fiat Punto, sempre bem disposto, faria logo na primeira subida de treinos a décima melhor marca com 4.18.080, para continuar a melhorar nas restantes subidas de treinos com 3.35.187 e 3.31.287.Para as subidas de provas, Jorge Gonçalves começou a debater-se com alguns problemas no seu carro, que logicamente vieram afectar o desempenho do piloto de Braga, que mesmo com todo o esforço e perseverança levou o carro italiano até final, acabando por fazer a derradeira subida em 3.32.017. Assim na primeira subida de prova faria 3.49.310, para na subida seguinte melhorar de forma substancial com 3.13.956 .

Depois de colocar o bonito Fiat Punto no parque fechado, Jorge Gonçalves fez o balanço do fim de semana começando por nos dizer “apesar das dificuldades porque passei foi positivo, colocando de fora o tete que fiz na curva do Papa….O carro esteve melhor do que  na Penha, mas continuo a debater-me com alguns problemas que a equipa da Vettra Motorsport não me consegue solucionar, só espero que na Rampa da Covilhã esteja tudo isto resolvido, e tenha o carro a 100%”. Quisemos  saber que tipo de problemas está a afectar o desempenho, o que sem pensar muito avançou “ são problemas relacionados com a caixa de velocidades, mas como disse espero que na Covilhã   esteja tudo já solucionado”.

Por ultimo temos o Renault Clio RS de João Vilas Boas que mostrou aos largos milhares de espectadores que assistiram ao desenrolar das subidas o que é conduzir debaixo de chuva, conseguindo em algumas subidas bater carros de adversários muito mais potentes que o pequeno carro de origem francesa. AssimJoão Vilas Boas , nas três subidas de treinos faria   o sétimo melhor tempo com 2.59.924, para na subida a seguir conseguir  melhorar de forma brutal com 2.48.535, sendo  o terceiro melhor tempo, para na derradeira subida fazer 2.56.545, correspondendo ao quarto melhor tempo no seio da sua categoria. Nas subidas de prova, debaixo das piores condições atmosféricas, João Vilas Boas faz o melhor tempo com 2.52.228, para na subida seguinte consegue atingir um crono de 2.49.767, correspondendo ao quarto melhor tempo. Finalmente na ultima subida, obteria um tempo de 2.47.314, correspondendo ao quinto melhor tempo. Visivelmente satisfeito, João Vilas Boas descreveu-nos o que foi o seu fim de semana na Rampa da Falperra “correu bem, andei bem no sábado, no entanto no domingo de manhã, fui avisado que havia óleo, e com isso não pude andar a fundo, mas mesmo assim correu bem, balanço francamente positivo, e foi por pouco que não fui ao pódio em termos de categoria. Agora há que começar a prepara a rampa da Covilhã “, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÕES GERAIS

 

CATEGORIA 2

 

1º António Nogueira – Porsche GT 2

2º José Correia – Nissan GTR

3º Gonçalo Manahu – Porsche GT 3

4º António Teixeira – Renault CLio

5º Edgar Reis – Porsche GT 3

10º JORGE GONÇALVES – FIAT PUNTO

 

CATEGORIA 4

 

1º Luis Nunes – Seat Leon

2º Ricardo Gomes – Seat León Copa

3º Joaquim Teixeira – Renault Mégane Trophy

4º JOÃO VILAS BOAS – RENAULT CLIO RS

 

Scroll To Top