Quinta-feira , Setembro 21 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Armindo Neves quer evoluir na condução do Honda Civic
Armindo Neves quer evoluir na condução do Honda Civic

Armindo Neves quer evoluir na condução do Honda Civic

A segunda prova da temporada para a AN Rally Sport, servirá para Armindo Neves / Bernardo Gusmão rodarem o máximo possível com o novo Honda Civic Type-R, evoluindo assim na sua condução

Depois do azar de Guimarães, a equipa AN Rally Sport vai ao Rali de Castelo Branco com a confiança necessária para abordar esta prova com o intuito de conhecer melhor o Honda Civic Type R, pensando unicamente em fazer a melhor prova possível.“Foi pena não termos feito mais quilómetros ao volante do Honda Civic Type R no Rali Cidade de Guimarães, de modo a nos habituarmos à sua condução, pois este carro requer uma condução mais agressiva e com o motor sempre em alta, que é um pouco diferente do que estávamos habituados em 2014”, refere Armindo Neves, explicando que “sabemos que nos troços mais lentos estamos um pouco limitados por usarmos a caixa de origem, que é mais lenta e mais longa que as sequenciais que os nossos adversários usam. Contudo, é com as armas que temos que iremos lutar de momento e estamos muito satisfeitos com o nosso carro, pois acreditamos que tem um potencial de evolução enorme e, para além disso, dá um extraordinário gozo de condução”.

Para o co-piloto Bernardo Gusmão o Rali de Castelo Branco servirá acima de tudo “para continuar a evoluir a nossa condução neste carro e os objectivos passam por isso mesmo. Andar o mais possível, evoluir ao longo da prova e atacar nos troços que nos sejam mais favoráveis. Não estamos focados em nenhum objetivo concreto, mas queremos andar rápido e sermos o mais competitivos possível”.

Quanto ao rali em si, Armindo Neves diz que a prova “é em tudo semelhante ao do ano passado, num evento que é sempre superiormente organizado pela Escuderia Castelo Branco. Por isso, é sempre um prazer estarmos presentes naquela que é certamente uma das melhores provas do campeonato, pensada para os pilotos, patrocinadores e público, como aliás deveriam ser todos os ralis. A última palavra vai precisamente para os nossos parceiros aos quais queremos dedicar um bom resultado em Castelo Branco. Pelo menos, motivação e empenho não irão faltar, como é aliás apanágio da nossa equipa desde sempre”.

 

Scroll To Top