Quinta-feira , Setembro 20 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / As expectativas dos pilotos no primeiro dia de treinos
As expectativas dos pilotos no primeiro dia de treinos

As expectativas dos pilotos no primeiro dia de treinos

O sol e as temperaturas amenas receberam os pilotos do Vodafone Rallye de Portugal no primeiro dia de treinos, na região do Minho, em que fizeram os reconhecimentos das classificativas de Ponte de Lima (27,44 km), Caminha (18,03 km), Viana do Castelo (18,70 km) Fafe (11,19 km) e Vieira do Minho (22,47 km).

Concentradas no seu trabalho, nem por isso as “estrelas” do Mundial deixaram de expressar as suas expectativas quanto aquilo que esperam do seu empenho nesta quinta prova do Mundial.

Sébastien Ogier: “O piso seco será mau para mim”
“Vai ser um rali muito difícil para mim, já que sou o primeiro na estrada. Há que aguardar para ver quais as condições atmosféricas. Era bom que chovesse… mas não creio que tal vá acontecer. Com chuva era bom para mim, mas com o piso seco (sol) é mau para nós. O Rali de Portugal é especial para mim, pois trata-se da prova do Mundial que ganhei maior número de vezes [quatro] e temos recebido sempre um apoio extraordinário do público, pelo que constitui sempre um prazer correr neste país. Adversários mais perigosos? Vou concentrar-me na minha prova… e só depois prestarei atenção aos outros pilotos… que têm hipóteses de vencer”.

Hayden Paddon: “Tenho que ser realista”
“Embora vá tentar andar o mais rápido possível, tenho que ser, ao mesmo tempo, realista e pensar que era óptimo terminar num lugar no pódio. Isso será um grande desafio. Na Argentina consegui um excelente resultado e gostaria de conseguir outro bom aqui, em Portugal. Gosto do estilo das classificativas do rali, espero que não chova. Tenho a certeza que vai ser um grande desafio e sinto-me confiante”.

Mads Ostberg: “É sempre uma prova bonita”
“O Rali de Portugal, seja a Sul ou a Norte, é sempre uma prova bonita e cá estamos para nos divertirmos e lutar pela conquista de um bom resultado. Espero ser bem sucedido nesta edição e alcançar uma boa classificação para a equipa”.

Kris Meeke: “Ambiciono fazer melhor que em 2015”
“Estou confiante e espero evoluir bem ao longo do rali e ganhar ainda mais experiência, dando o máximo para com seguir um bom resultado. Terminei a edição de 2015 na quarta posição e agora ambiciono, obviamente, fazer ainda melhor. Vai ser um desafio interessante”.

Jari-Mati Latvala: “Espero poder repetir o triunfo do ano passado”
“Gosto do Rali de Portugal e estou com boas sensações. Andei bem tanto no México [vitória] como na Argentina e neste último rali só um problema técnico me impediu de chegar ao fim e somar mais um bom resultado. Agora, o meu espírito é o mesmo e espero poder repetir o triunfo de 2015. Sempre gostei da prova portuguesa. Adversários? O Paddon, o Ogier e o Meeke…”

Thierry Neuville: “Terei uma boa posição na estrada e espero estar na frente”
“Para mim, fazer um bom rali depende da meteorologia. Se estiver sol, como tudo indica, com o piso seco terei uma boa posição na estrada e espero estar na frente. O ano passado a escolha de pneus foi complicada, mas desta vez acredito que poderei discutir os lugares cimeiros. As classificativas do primeiro dia são um pouco mais rápidas e há que atacar para ver, no sábado, como estarão as coisas”.

Eric Camilli: “Espero uma boa luta com o Lefebvre”
“Espero ser mais rápido que em 2015 e ter uma boa luta com o Stéphane Lefebvre. As classificativas do rali são muito bonitas, proporcionando um grande prazer de condução. Gosto desta prova e só quero continuar a evoluir como tenho feito até agora”.

 

Scroll To Top