Segunda-feira , Dezembro 11 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Basaúla abre com vitória
Basaúla abre com vitória

Basaúla abre com vitória

Após uma ausência de 13 anos a pista do Alqueidão recebeu este Domingo uma ronda do campeonato nacional de motocross. Pela 14ª vez na história da Federação de Motociclismo de Portugal a pista junto a Torres Novas foi o cenário de uma prova do campeonato maior da modalidade, levando muitos a recuarem 26 anos quando ali foi realizada a primeira prova de um campeonato de motocross sob a égide da então nova entidade federativa que tinha o nome de FNM (Federação Nacional de Motociclismo) e que na actualidade tem a designação de FMP (Federação de Motociclismo de Portugal).

Neste regresso a uma das suas catedrais o campeonato nacional de motocross encontrou um traçado com 1600 metros de extensão que foi devidamente preparado pela organização para receber os melhores pilotos da especialidade. A chuva que se fez sentir causou maiores dificuldades pois o piso ‘barrento’ tipico da região ficou ainda mais pesado com a chegada da água mas o trabalho árduo e o empenho dos elementos da organização  permitiu levar até ao final o longo programa de corridas, esforço esse que mereceu o louvor e reconhecimento de muitos pilotos presentes.

Em arranque de campeonato foi Hugo Basaúla quem puxou dos ‘galões’ de campeão em título e levou a melhor nas contas finais da prova depois de ter sido batido pelo regressado Luis Correia na primeira manga do dia. O ribatejano queria entrar da melhor forma no campeonato mas depois de bater o rival na primeira corrida (reservada à classe MX1) seria batido pelo campeão nacional na derradeira corrida do dia (Elite) com este a ser o vencedor de ambas as classificações mesmo se nas contas de MX1 ficou com o mesmo número de pontos que Correia – sendo o desempate efectuado pelo resultado da segunda corrida. Entre os pilotos MX1 Sandro Peixe fechou o pódio com dois terceiros lugares, na frente de Gonçalo Reis e Jonathan Rodriguez, pois em Elite foram Diogo Graça e Pedro Carvalho que fecharam o lote dos cinco melhores, eles que dividiram as vitórias na classe, com vantagem para Graça por força do primeiro lugar na segunda manga.

A jogar em casa o jovem Luis Outeiro levou a melhor perante a concorrência ao vencer ambas as mangas onde deixou sempre Fábio Costa em segundo e Frederico Rocha no degrau mais baixo do pódio entre os 11 pilotos em prova, destacando-se ainda as primeiras posições de Renato Silva entre os pilotos das máquinas a dois-tempos – uma das novidades neste Nacional MX 2017 – ele que foi igualmente o melhor entre os júniores.

A próxima prova do campeonato nacional de motocross realiza-se no dia 19 de Março em Freixo de Espada à Cinta.

CLASSIFICAÇÕES

INICIADOS

MX2

MX2 JÚNIOR

MX2 2 TEMPOS

MX1

ELITE

Gil Neves

 

Scroll To Top