Sexta-feira , Outubro 20 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Bruno Fernandes vence em Bragança
Bruno Fernandes vence em Bragança

Bruno Fernandes vence em Bragança

Campeonato Nacional de Trial 4×4 2017

Tinha vencido em Torres Vedras em 2016 e desde então que Bruno Fernandes (JMF) procurava novo ouro. A vitória chegou na etapa de Bragança, depois de 3 horas muito duras de resistência. “Tivemos menos problemas do que em outras corridas. Hoje tivemos 2 furos logo com meia hora de prova, numa altura que já liderávamos. Caímos para terceiro, mas com um andamento controlado, chegámos novamente à liderança. Ainda tivemos problemas com a porta do condutor e ainda tivemos mais um furo, mas conseguimos a vitória. Foi merecida”, explicou Bruno Fernandes.
Depois de 5 provas, Rui Querido (Euro4x4parts/Veicomer) continua na frente da classificação geral, com mais 21 pontos do que o segundo classificado, Cláudio Ferreira (Auto Higino). Bruno Fernandes é terceiro com 54 pontos.

Finalmente o ouro de Pedro Alves
Pedro Alves (MonsTTer/Cistus) foi o vencedor da classe Extreme. Depois de 3 pratas e um bronze, Pedro Alves conseguiu finalmente o primeiro ouro de 2017. Em 2:36:55.400 completou 7 voltas ao circuito, mais 4 do que o segundo classificado António Calçada (NordHigiene Team). “Duas vezes, pelo menos, perdemos a prova na última volta ou no último minuto e aqui em Bragança não nos fugiu. E ainda bem que foi em Bragança porque estava aqui um palco fantástico para um dia duríssimo de trial com muitas coisas à moda antiga. Parabéns à organização, à Associação TT Sem Limites, ao Flávio Gomes pelo trabalho que ele teve e à Câmara Municipal. Foi um fim de semana fantástico”, disse Pedro Alves no final da prova, visivelmente satisfeito com este triunfo.
António Calçada partiu a transmissão e não tinha suplente para trocar, por isso viu-se forçado a correr só com tração traseira o que, numa pista como a de Bragança, não era tarefa fácil. Entretanto partiu o guincho e abandonou a resistência ainda não estava cumprida 1 hora de prova.
António Silva (Canelas Pneus) também foi obrigado a abandonar a prova mais cedo depois de ter capotado. Fisicamente não sofreu nenhuma mazela, mas a Toyota Hilux não ficou em condições de continuar em prova.
Quando estão cumpridas 5 provas, Pedro Alves passou para a frente da classificação da Extreme com mais 3 pontos do que António Calçada e mais 6 do que António Silva.

Bruno Fernandes aproxima-se da liderança
Ao vencer em termos gerais, Bruno Fernandes venceu também a classe Proto e aproximou-se dos lugares da frente.
Rui Querido e Ivo Mendes não tiveram um dia nada fácil. “O carro não correspondeu hoje e tivemos de andar mais devagar. Partimos a corda várias vezes. Não deu para mais”, explicava Rui Querido no fim da prova.
Em terceiro terminou Álvaro Alves (Dream car) que andou desde a primeira hora sem travões. Correu condicionado e ainda partiu o guincho da frente e o de trás e pararam 30 minutos antes da bandeirada xadrez.
Nas contas do campeonato, Rui Querido segue na frente com 86 pontos, Álvaro Alves é segundo com 72 e Bruno Fernandes terceiro com 69 pontos.

Cláudio Ferreira regressou às vitórias
Na categoria Super Proto Cláudio Ferreira (Auto Higino) repetiu a vitória da primeira etapa da época, em Valongo. “Correu bem. Tive que fazer uma grande gestão do carro para não haver surpresas porque a pista tinha várias ratoeiras. Queremos dar os parabéns à organização porque a pista estava excelente, era uma verdadeira pista de trial”, disse Cláudio Ferreira.
Com as mesmas 13 voltas do vencedor, mas com mais 52 segundos ficou Cláudio Amarilio (Bar Amarilio) que teve problemas com os sticks e ainda furou um pneu.
A completar o pódio da Super Proto ficou o madeirense Sérgio Rodrigues (S & J Team) que se estreou numa prova do CNTrial 4×4.
Depois de 5 provas, Cláudio Ferreira recupera a liderança da Super Proto. Sai de Bragança com 81 pontos.

4 “ouros” para João Fernandes
Em Bragança João Fernandes (Jovi Team) conquistou o quarto ouro da temporada, em cinco possíveis. “Tivemos vários azares hoje e esta vitória é resultado de muito trabalho e dedicação”, confessava João Fernandes.
Pela frente João Fernandes teve, como de costume, a luta aguerrida de João Vicente (Santerchips/AM turbocharger/Jot4x). O piloto de Évora de Alcobaça até andou na frente da corrida, mas 2 furos roubaram-lhe tempo precioso na luta pela vitória.
Nuno Urbano (Team Urbano&Urbano/Judas4x4) completa o pódio da promoção.
Com esta vitória João Fernandes aumenta a vantagem nas contas gerais da classe. Tem agora 10 pontos de vantagem sobre João Vicente.

Tri para Daniel Duque
Na Classe UTV/Buggy Daniel Duque (Duque TT) conseguiu o terceiro ouro da época. Completou 7 voltas à pista, mais 2 do que Domingos Diniz (Team Revi-clap 1). Daniel Duque chegou a Bragança na liderança da classe e sai da cidade transmontana com ainda mais vantagem. Tem agora 94 pontos, mais 8 do que Domingos Diniz.

O Campeonato Nacional de Trial 4×4 regressa aos trilhos no fim de semana de 23 e 24 de setembro, em Ourém. Será a estreia do Espite Aventura na organização de uma etapa do CNTrial4x4.

 

Scroll To Top