Quinta-feira , Junho 22 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Campeões impõem-se no arranque do Nacional de TT
Campeões impõem-se no arranque do Nacional de TT

Campeões impõem-se no arranque do Nacional de TT

• Mário Patrão (Motos), Beto Borrego (Quads) e Nuno Tavares (Buggy/UTV) foram os vencedores

O Raid TT da Ferraria, que este fim de semana se disputou tendo a vila de Gavião como seu centro nevrálgico, viu os campeões nacionais de 2013 confirmarem o seu estatuto ao vencerem prova inaugural do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Depois dos 40 quilómetros de setor seletivo da primeira etapa onde Mário Patrão (Motos) e Beto Borrego (Quads) já tinham sido os mais rápidos, domínio que se acentuou no dia seguinte, foi na competição Buggy/UTV onde se assistiu a uma maior animação na luta pelas primeiras posições e onde o campeão Nuno Tavares acabou por se impor.

Patrão ganha e Maio volta a cair

Numa prova onde se esperava assistir a novo duelo Patrão vs Maio, cedo se percebeu que o piloto da Yamaha vinha condicionado pelo acidente sofrido na semana anterior. Infelizmente para António Maio e para a corrida, o piloto voltou a sofrer uma violenta queda, que acabaria por condicionar a corrida de vários pilotos que pararam para o socorrer e que apesar de o novo sistema GPS ter permitido que o tempo de paragem lhes fosse descontado, o certo é que muitos partiram psicologicamente condicionados para os quilómetros que se seguiram.
Aos comandos da sua Suzuki, o atual campeão nacional Mário Patrão foi claramente o mais rápido nas duas rodas, seguido do jovem Sebastian Buhler, colega de equipa de Maio na Yamaha, que de forma notável levou a sua moto da Classe TT1 a um brilhante lugar no pódio. Terceira posição para o também vencedor da classe TT3, Fauto Mota (KTM). O atual campeão TT1, Domingos Santos (Damotor) terminou a prova na 4ª posição, à frente de Hélder Rodrigues (Honda), enquanto Ruben Faria (KTM) terminou na 7ª posição. De salientar que foram estes dois consagrados pilotos os primeiros a parar para socorrer António Maio e que junto dele permaneceram durante largos minutos. De acordo com as mais recentes informações a queda de António Maio, apesar de violenta e de ter deixado o piloto bastante combalido, não originou nenhuma fratura.

Beto Borrego confirma favoritismo entre os Quads 

Crónico vencedor na competição destinada aos Quad, Beto Borrego (Yamaha), o atual campeão, confirmou a seu grande favorito. A sua prova ficaria todavia marcada por um acidente, logo na fase inicial do percurso, que deixou a sua Yamaha sem travões nas rodas dianteiras. Isso não o impediu de ir alargando a sua vantagem para o piloto que terminou na segunda posição, o regressado Ricardo Carvalho (Yamaha), antigo campeão da modalidade, que se cifrou no final em 5m42s. Com 3m39ss de desvantagem para o 2º classificado terminou Rui Cascalho (Yamaha) no derradeiro lugar do pódio. 4º lugar e vitória entre os veteranos para António Moreira (Yamaha), enquanto nas posições seguintes ficaram Dinis Fortunato (Honda) vencedor da Classe Promoção e Miguel Nina (Suzuki), piloto que triunfou na classe Stock. Destaque para a presença feminina de Vera Anselmo que completou com sucesso a sua participação.

Competição muito animada nos Buggy/UTV 

Na competição destinada aos Buggy & UTV, a terceira corrida do fim-de-semana a ser disputada e toda ela sob uma forte carga de água, o triunfo acabou por pertencer ao campeão Nuno Tavares (Polaris 900) que se impôs face aos irmãos espanhóis Robert e Teo Viñaras, ambos em Polaris 1000. Depois de uma primeira etapa marcada por uma má escolha de pneus a dupla campeã de 2012, João Lopes/Bruno Santos (Polaris 1000) rubricou o 2º melhor tempo na etapa de Domingo e ascendeu ao 4º lugar, a apenas 10s da derradeira posição do pódio.
Com as cinco primeiras posições separadas por apenas 2m23s, fechou este Top 5, Jorge Monteiro, o regressado campeão de 2010 que, aos comandos de um CanAm, foi o primeiro a quebrar a hegemonia dos Polaris. Excelente sexto lugar para o estreante Luís Morais (Polaris) que se impôs face ao Rage de Bruno Martins.
Vitória na Classe Buggy para António Ferreira num Rage Sport, numa corrida que teve ainda a estreante Rita Oliveira a triunfar entre as senhoras e onde a dupla Dorothee Ferreira/Bernardette Vanderschelden foi forçada a abandonar, vítima de acidente na segunda etapa.

A próxima jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, o Ervideira Rali TT disputa-se a 25 e 26 de Abril, em Reguengos de Monsaraz.

Outras informações sobre a prova em www.clubeferraria.pt

 

Scroll To Top