Domingo , Junho 24 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / CARAMULO MOTORFESTIVAL VOLTA A ENCHER A SERRA DE PÚBLICO
CARAMULO MOTORFESTIVAL VOLTA  A ENCHER A SERRA DE PÚBLICO

CARAMULO MOTORFESTIVAL VOLTA A ENCHER A SERRA DE PÚBLICO

– Apesar da chuva que se fez sentir no Sábado e  Domingo passados, a nona edição do Caramulo Motorfestival, que decorreu nos dias 5, 6 e 7 de  Setembro, registou uma grande adesão de público e de pilotos, confirmando, assim, a fidelidade  dos aficionados e famílias ao evento.
No total, alinharam mais de 70 automóveis na mítica Rampa do Caramulo, entre históricos,  clássicos e de competição, um número que deixa a organização “bastante satisfeita e com  vontade de tornar a décima edição, que acontece em 2015, num evento memorável”.

A prova contou a presença de uma enorme variedade de cabeças de cartaz atrás do volante  como André Villas-Boas, o treinador do Zenit de São Petersburgo e apaixonado por automóveis, Fritz D’Orey, o piloto que correu na Fórmula 1 e nas 24h de Le Mans, João Fonseca, o piloto do Caramulo, Vice-Campeão do CNM em 2011 e antigo vencedor da Rampa do Caramulo, e o piloto Ernesto “Nené” Neves, que participou na Rampa Histórica do Caramulo ao volante do Ford Escort  TC original com o qual venceu, em 1970, o Campeonato de Turismo Especial, pelo Team Palma,  fazendo deste “reencontro” um dos momentos mais aguardados do Caramulo Motorfestival de  2014.

Também o Museu do Caramulo registou um aumento de 200% no número de visitantes em  relação ao evento de 2013, perfazendo assim quase 2.200 visitas durante os três dias do  Caramulo Motorfestival, muito devido à presença da exposição temporária “Lendas Competição”, que estará patente até 18 de Outubro deste ano, e que conta com quase duas  dezenas de automóveis de competição, abrangendo oito décadas de história, desde os anos 30  até aos nossos tempos.

Na semana anterior à realização do Caramulo Motorfestival, a exposição “Lendas da Competição”  recebeu o Mercedes MPG W02, o Fórmula 1 original com o qual Michael Schumacher e Nico  Rosberg correram na temporada de 2011, cedido pelo Classic Center de Portugal. Este automóvel  de competição permitiu à Mercedes Grand Prix classificar-se em 4º lugar no campeonato de  construtores e representou um degrau importante para o sucesso que a equipa tem tido em  2014. O MGP W02 está equipado com motor V8 de 2.400c.c., aspirado, com potência superior  aos 700 cv.
No Campeonato Nacional de Montanha, o vencedor foi Carlos Torres, com um tempo de  2m52,531s, batendo Pedro Castanon por 6,029s. Já na Rampa Histórica o vencedor da Categoria  Circuito foi Abílio Machado, ao volante do seu BMW 1602, com 3m29,122s; nos Fórmula a vitória  foi para João Fonseca, a correr no Apis F1000; António Nogueira venceu no GT, e em Rali ganhou  Mário Pais de Sousa com o Lancia Delta Integrale. Na Regularidade, Categoria Modernos foi José  Cruz (Peugeot 306 T16) o vencedor e nos Históricos triunfou Luis Calheiros Ferreira/Lino Franco  (Triumph TR4).
Este evento conta com o apoio do Museu do Caramulo, Câmara Municipal de Tondela, ENI, rádio  M80, RTP, Turismo Centro de Portugal, Jornal dos Clássicos e do Banco BPI.

 

Scroll To Top