Segunda-feira , Outubro 16 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Carlos Martins vence em Monchique (por Paulo Homem)
Carlos Martins vence em Monchique (por Paulo Homem)

Carlos Martins vence em Monchique (por Paulo Homem)

Com uma estrutura muito bem trabalhada ao nível de troços e uma boa lista de participantes, o Rali de Monchique teve todos os condimentos de uma grande prova, com Carlos Martins e João Barros, entre outros, a darem um grande espectáculo.

Porém, o primeiro registo vai para Márcio Marreiros, atendendo a que a prova era pontuável para o Campeonato FPAK Sul e Taça FPAK de Asfalto, duas competições onde o piloto algarvio não deu chances, fazendo uma exibição notável, premiada por um 3º lugar absoluto e a subida ao primeiro lugar no “Sul”.

Ruben Tabaio também fez uma exibição muito boa, coroada com um segundo lugar no Sul, terminando na frente de João Monteiro, que levou o Evo III ao 3º lugar nesta competição, mesmo tendo tido um furo.

Paulo Santos, ao volante do seu Saxo voador, venceu nas duas rodas motrizes, quer no Sul quer em termos absolutos, voltando a dar nas vistas nesta prova.

Na luta à geral, Carlos Martins fez um grande rali, sempre em ritmo competitivo muito alto, aproveitando ainda o seu conhecimento da prova, para superar João Barros. O piloto nortenho também andou forte e pressionou sempre a liderança do piloto do S2000, mas um furo no derradeiro troço retirou-lhe qualquer hipótese de vencer.

No derradeiro troço destaque para as saídas de estrada de Carlos Veira no Porsche, que ocupava o terceiro lugar tendo mostrado uma boa evolução ao volante do Porsche que se traduziu num troço ganho quando apostar em pneus para seco na derradeira secção.

Também André Cabeças, que estava a fazer outra grande prova, acabou fora de estrada, no derradeiro troço, quando era o líder na Taça FPAK de Asfalto e quarto absoluto.

No Campeonato Nacional de Iniciados a vitória foi para um jovem (como é óbvio) que começa a dar muito nas vistas. David Brites levou o Peugeot 206 GTi à vitória depois de uma boa exibição, ficando ainda no 11º lugar da geral.

Sendo jovem, mas não pontuando para os iniciados, destaque ainda para a fabulosa prova do André Ferreira no Peugeot 106 GTi, ocupando o 9º lugar, logo atrás de Eduardo Veiga no Escort, que também se estreou nos troços da Fóia deando muito espetáculo, e de Luís Mota com o Lancer Evo VI.

João Leitão venceu nos Clássicos ao volante de um Porsche, tendo ficado na frente de Cipriano Antunes e de José Mendes.

No Challhenge DS3 R1, dos cinco concorrentes à partida apenas Ricardo Roda chegou ao final. Ricardo Sousa, André Rodrigues e Pedro Antunes, saíram de estrada na fase inicial do rali, Margarida Barbosa abandonou com problemas de caixa de velocidades no DS3 e Ricardo Roda levou o seu carro ao colo já que nos três troços finais a caixa de velocidades quase deu a “alma ao criador”. Mesmo assim, com esta vitória suada, Roda passou a liderar o Challenge.

 

monchiqueclas15

 

Scroll To Top