Segunda-feira , Dezembro 11 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Carlos Matos em busca do tri em Vouzela
Carlos Matos em busca do tri em Vouzela

Carlos Matos em busca do tri em Vouzela

O Constálica Rallye Vouzela “ganhou” novos motivos de interesse com a participação da dupla dominadora nas duas primeiras edições: Carlos Matos e Bino Santos. A prova vouzelense, na estrada a 8 e 9 de Outubro, com o rótulo “Internacional Rallye Sprint”, deverá ser palco de mais uma interessante luta pela vitória, já que as anteriores duas revelaram-se imprevisíveis, mas que o piloto de S. Pedro do Sul teve na arte e engenho os segredos para o triunfo.

A caminho de um traçado que contempla a Rampa Senhora do Castelo, não se pode dizer que haja um favorito ao triunfo, mas Carlos Matos, senhor de duas vitórias, não deixa de ser respeitado pela concorrência, pese embora tenha de se esforçar bastante para alcançar a tripla vitória.

«Vamos tentar andar nos lugares da frente. Nos automóveis não há prognósticos, pois tudo pode acontecer, mas estamos disponíveis para tentar um dos três primeiros lugares», começou por confessar Carlos Matos que, no Constálica Rallye Vouzela vai surgir com Ford Fiesta R5 da espanhola RMC Motorsport.

«Naturalmente que apostamos na defesa dos dois primeiros lugares registados nas duas edições anteriores do Constálica Rallye Vouzela, mas estamos conscientes das dificuldades que vamos encontrar», acrescentou o piloto de S. Pedro do Sul.

Relativamente à estreia nos ralis do seu filho João Marcelino, jovem piloto de 24 anos que faz equipa com Valter Cardoso ao volante de um Ford Fiesta R2 também da RMC Motorsport, Carlos Matos foi perentório na resposta: «Como filho de peixe sabe nadar, o João vai procurar ficar num lugar satisfatório, bastando para isso andar o que sabe para que, no final, consiga alcançar uma posição de destaque».

Ainda de S. Pedro do Sul e com um Ford Fiesta alugado à espanhola RMC Motorsport surge Luís Martins, piloto que será navegado por Rui Raimundo e que tem como objectivo melhorar a performance do ano passado: «Para obter resultados é preciso trabalhar e, em equipa, tudo se torna mais fácil», sustentou Carlos Matos, aferido ainda que «estamos todos envolvidos em levar o nome de S. Pedro do Sul o mais longe possível».

 

Scroll To Top