Domingo , Outubro 21 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Carlos Sousa e o Duster na 3ª etapa do Dakar: Perto do top-20
Carlos Sousa e o Duster na 3ª etapa do Dakar: Perto do top-20

Carlos Sousa e o Duster na 3ª etapa do Dakar: Perto do top-20

Cerca de 20 minutos perdidos em dois ‘atascanços’ e a caixa de velocidades de relações ‘curtas’ impediram Carlos Sousa de fazer melhor do que o 23º tempo na terceira etapa do Dakar. Um resultado que, ainda assim, permitiu ao piloto do Duster subir três posições na classificação: é agora 26º da geral. Depois de três dias que não foram isentos de percalços, o português está determinado em recuperar posições nas próximas etapas.

 

Como se previa, os primeiros dias estão a ser férteis em percalços e incidentes para os participantes na edição 2018 do Dakar. A ‘culpa’ é do deserto do Peru, com toda a sua extensão, dureza e armadilhas. Uma das vítimas tem sido Carlos Sousa. Depois dos problemas de navegação da primeira etapa e do tempo perdido com a substituição de uma rótula da direção no dia de ontem, hoje, foram os cerca de 20 minutos perdidos em dois ‘atascanços’ que impediram o português de conquistar um resultado no top-20.

«Ainda não foi hoje que conseguimos realizar uma etapa ‘limpa’», desabafa Carlos Sousa, o 23º piloto mais rápido do dia. «Perdemos cerca de 20 minutos em dois ‘atascanços’ e, em ambos os casos, como soluções de recurso para evitarmos males maiores. Na realidade, em duas zonas de ‘waypoint’, o trânsito parecia o de uma cidade em hora de ponta. Para não corrermos riscos maiores, optámos por sair de pista e foi aí que perdemos o tempo.»

Sem esses cerca de 20 minutos, Carlos Sousa teria, com facilidade, sido um dos 20 pilotos mais rápidos do dia. «Foi pena», reconhece. «O Duster está bom, ultrapassa as dunas com bastante facilidade e o motor é muito interessante. Só é pena que a caixa de velocidades tenha uma relação muito ‘curta’, pois não conseguimos atingir os 180 km/h de velocidade de ponta. Por isso, em etapas tão rápidas como estas é difícil fazer melhor.»

No seio do Duster Dakar Team, para além do 23º tempo da dupla Carlos Sousa/Pascal Maimon na terceira etapa, destaque para o 18º tempo de Emiliano Spataro. O argentino ascendeu à 15ª posição da classificação geral, enquanto o português subiu ao 26º lugar.

A etapa de amanhã

Terça-feira, 9 de janeiro/4ª Etapa (San Juan de Marcona/San Juan de Marcona) – 444 km (SS: 330 km)

Após uma sessão de velocidade ao sprint na praia, propícia para o desenrolar da aventura lançada com quatro carros a par, os concorrentes encontrarão cerca de 100 km de dunas de todos os tamanhos, o que poderá aumentar grandemente as diferenças no cronómetro final, sobretudo para quem tiver dificuldade em encontrar o último “canyon”.

 

Scroll To Top