Quinta-feira , Outubro 18 2018
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / Chuva marcou primeiro dia em Lousada
Chuva marcou primeiro dia em Lousada

Chuva marcou primeiro dia em Lousada

O Eurocircuito de Lousada recebeu a quinta prova do Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy. Nesta segunda passagem pelo traçado da Costilha, que assinala a 62ª edição organizada pelo Clube Automóvel de Lousada, responderam à chamada 60 pilotos.

1ª Corrida

A chuva marcou o arranque desta segunda passagem do campeonato por Lousada. Com o programa já atrasado e a indicação de pista molhada a agenda do dia acabou por sofrer alterações. Quando o pelotão já estava na pré-grelha acabámos por assistir a uma corrida dos mecânicos para a necessária troca de pneus. Com isto a primeira corrida do Kartcross e Super Buggy passaram para amanhã, domingo. 

Super Iniciação

Rafael Rocha em Peugeot 106 arranca melhor, mas João Novo, também em 106, curva por dentro no final da reta da meta e passa para o comando, mas por pouco tempo, porque na segunda passagem pela meta Rocha assumiu a liderança, posição que manteve até final. Gonçalo Macedo foi terceiro, mas com uma desvantagem considerável para a dupla da frente, com o VW Polo a indicar problemas de caixa. Rodrigo Correira ficou no arranque e João Barroso capotou na descida, na primeira volta.

Lousada Super Iniciação Rafael Rocha Rafael Rocha (Peugeot 106)

Super Nacional 2 RM

Santinho Mendes em Opel Astra GSI e Adão Pinto, também em Astra foram os grandes animadores. Tal como tem vindo aa contecer no campeonato. Numa primeira corrida marcada pela chuva, pela falta de tração dos duas rodas motrizes, mas uma boa dose de espectacularidade. Com os primeiros lugares do pódio entregues a Mendes e Pinto, por esta ordem, coube a Adreia Sousa, em Toyota Starlet 1.4 reclamar o terceiro posto, nesta primeira corrida de sábado.

Lousada Super Nacional 2RM Santinho Mendes 2 Santinho Mendes (Opel Astra)

Super Cars e Super Nacional 4WD

Na categoria rainha, os “quatro suspeitos do costume” dividiram-se, à geral, em dois grupos. Joaquim Santos (Ford Focus) e Pedro Matos (Citroën DS3), depois e um pouco mais atrás rodaram Ademar Pereira (1.º Super Nacional 4WD) em Impreza WRX  e José Lameiro ao volante do Leon RX. Matos arrancou melhor, mas na descida Santos assumiu o comando. Geriu a corrida de início a fim com relativa tranquilidade. Já quanto à segunda dupla, fruto também da passagem pela Joker Lap assistimos a algumas trocas de posições. No final, Ademar levou a melhor sobre José Lameiro, terceiro e quarto classificados, respetivamente.

Lousada SuperCars Joaquim Santos Joaquim Santos (Ford Focus)

Super Nacional A 1.6

Luís Morais aos comandos de um Peugeot 106 GTI levou a melhor na primeira corrida, disputada em três séries. José Artur Teixeira garantiu a segunda posição, enquanto Leandro Macedo levou o Citroën Saxo ao terceiro posto. António Carvalho foi o melhor na sua série e garantiu o quarto lugar. Pedro Tiago fechou o “top five”.

Lousada Super Nacional A1.6 Sabado

Super 1600

Tal como tem vindo a acontecer no campeonato, João Ribeiro e José Eduardo Rodrigues foram, por esta ordem, os animadores da corrida inaugural. Ricardo Soares, manteve uma “distância de segurança”, mas o suficiente para garantir o terceiro posto. Por seu lado, Mário Teixeira e Joaquim Machado, em quarto e quinto lugar, rodaram quase sempre no mesmo crono, termimando separados por escassos miléssimos.

Lousada Super1600 Sabado

Treinos Cronometrados

Super Iniciação

João Novo e Rafael Rocha, ambos em Peugeot 106,  partiram para a qualificação empenhados em marcar a sua posição desde cedo. Rodaram como se tratasse quase de uma final. Novo acabou por levar a melhor, Rafael Rocha ficou a 1,032s. Rodrigo Correia, segui-os muito de perto e fez o terceiro melhor crono.

Super Nacional 2 RM

Nuno Magalhães, Adão Pinto e Santinho Mendes, apostaram em “mostrar serviço” desde a primeira hora. Asseguraram, por esta ordem, os três primeiros lugares na qualificação, fechando a qualificação separados por uma margem inferior a um segundo.

Super Cars e Super Nacional 4WD

Poucos, mas muitos bons é o que se pode dizer dos quatro carros que alinham nos Super Cars e Super Nacional 4WD. Joaquim Santos (Ford Focus) levou a melhor, mas com Pedro Matos (Citroën DS3) e José Lameiro (Seat Leon RX), por esta ordem, com uma desvantagem inferior a um segundo. Admar Pereira em Subaru Impreza WRX, foi quatro e continua sem concorrência na Nacional 4WD.

Super Nacional A 1.6

Com menos de um segundo a separar o primeiro  e o sexto classificados dos treinos cronometrados, ficou o mote para uma jornada muito disputada, mas se quiseremos “complicar” ainda mais as contas, fica o registo que este pelotão composto por 11 carros, todos do grupo PSA está separado por apenas quatro segundos.

Super 1600

Com os nove primeiros classificados a rodarem todos no segundo 38, fica desde já a antevisão para uma jornada disputadíssima. João Ribeiro acabou por conseguir o melhor registo, seguido de Mário Teixeira e José Eduardo Rodrigues, este último, mesmo assim, com um pião pelo meio.

Kartcross

José Luís Pereira em AG Sport, apesar de chegar a Lousada com numa posição mais modesta no campeonato, mostrou que ainda tem uma palavra a dizer esta temporada. Registou o melhor tempo da qualificação com um total de 00.036,012s. Jorge Gonzaga, líder do campeonato obteve o segundo melhor crono, seguido de Mário Rato que foi terceiro. Luís Almeida e Pedro Rosário fecharam o “top five”.

Super Buggy

Se não fosse o cronómetro seria quase necessário “photo finish” para saber quem conseguiu o melhor registo. Nélson Barata acabou por levar a melhor, mas com uma vantagem de apenas 00.013s sobre António Santos, ambos com um Super Buggy com chassis Toniauto. Arménio Rodrigues foi terceiro deste trio que compareceu em Lousada.

 

Scroll To Top