Domingo , Novembro 19 2017
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / Chuva marcou ralicross em Mação
Chuva marcou ralicross em Mação

Chuva marcou ralicross em Mação

O Campeonato Nacional de Ralicrross (CNRX) teve a segunda jornada em Mação. Foi um fim-de-semana marcado pela chuva, que condicionaou os desempenhos de pilotos e carros. 

No cômputo geral, mas ima vez tivemos finais discutidas até ao baixar da bandeira xadrês, numa das edições mais concorridas dos últimos anos, em termos de pilotos.  

Apesar de o tempo estár mais convidativo para ficar em casa, o público compareceu em força ao convite do Clube Automóvel de Mação.

IMG 2343 bandeira

Finais

Super Inciação

Mais uma vez, Santinho Mendes (Peugeot 205) partiu da pole-position. Logo na primeira curva Leandro Macedo (VW Polo) ataca a primeira posição, curvam a par e o jovem do Polo leva amelhor.

Macedo passou assim a liderar e estava a ganhar vantagem. Ao baixar da bandeira xadrez, Macedo era primeiro, seguido de Santinho Mendes e de Rafael Rocha.

macao leandro Leandro Macedo (VW Polo)

Super  Nacional

Final disputada à chuva, mas isso não foi óbice a que Celmo Guicho (Reanult Clio) começasse bem, partindo da “pole”. Mas logo de seguida era Tiago Alexandre (Peugeot 306) quem comandava e Miguel Nunes (Peugeot 306) era segundo. Guicho tinha perdido duas posiçºoes de uma assentada.

A chuva foi de pouca dura e Tiago Alexandre ganhava distância.  Miguel Nunes era segundo e Daniel Ribeiro (Peugeot 106) fazia um pião em plena recta da meta.

Tiago Alexandre segue para o mais alto do pódium, Miguel Nunes segue-o e Celmo Guicho fica com o terceiro posto.

Arlindo Martins (Peugeot 306) foi quarto, à frente de Luís Moreira (BMW 325).

macao 321 Tiago Alexandre (Peugeot 306)

Super 1600

Bruno Gonçalves partiu bem, mas à entrada da recta da meta atravessa-se, tinha levado um toque e embateu na berma interior. Perdia tempo precioso, nem tudo estava bem no Citroen Saxo e logo de seguida era João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) quem comandava a prova.

Emotividade e posições discutidas até ao baixar da bandeirada, fizeram parte do programa das festas e nunca, durante toda a corrida, alguém pode achar que tinha a classificação assegurada.

Hélder Ribeiro (Citroen C2 S1600) era segundo e se era certo que no início pressionava muito o líder, João ribeiro,  era igualmente certo que na segunda metade da corrida não se podia distrair. Joaquim Machado (Peugeot 206 S1600) aproximava-se e quase com a meta à vista aproveita para tomar de assalto a segunda posição.

Ricardo Soares (Citroen Saxo Kit Car) aproveita a boleia e sobe para o terceiro posto, à custa de Hélder Ribeiro, que baixa para quarto.

Mário Teixeira (Ford Fiesta S1600) foi quinto, à frente de José Artur Teixeira (Citroen C2 S1600).

macao ribeiro João Ribeiro (Citroen Saxo)

Super Cars

Joaquim Santos (Ford Focus) dominou a final e geriu a corrida como bem entendeu. Daniel Costa (Citroen Saxo Bi-motor) foi segundo e dessa forma comandava a Divisão 2. A oposição ao homem do Saxo era protagonizada por Vítor Lopes (BMW 325 Ix), seguido por Ademar Pereira (Renault Megane Turbo), que terminava em ritmo reduzido, com a direcção danificada.

macao santos Joaquim Santos (Ford Focus)

macao bimotor Daniel Costa (Citoren Saxo Bi-motor)

Kartcross

Mário Rato (Semog) foi o mais rápido na partida, mas logo de seguida era passado por Sérgio Bandeira (Semog). Os dois da frente destacavam-se ligeiramente.

Nuno Bastos (ASK EVO) lança o ataque ao segundo posto e consegue bater o piloto de Évora. Pedro Rosário (Semog Bravo ER) aproveita a boleia e sobe para terceiro.

A luta entre Pedro Rosário e Nuno Bastos permite que Jorge Francisco (Semog Bravo SE) se aproxime, mas já era tarde, para ir mais longe do que o quarto posto. Logo de seguida terminava Nuno Godinho (Semog Bravo).

Mário Rato perde posições, algo não está bem no Semog e vai terminar na sexta posição.

s.bandeira Sérgio Bandeira (Semog)

 

Scroll To Top