Segunda-feira , Dezembro 11 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Corridas ao rubro na Taça de Portugal de Karting Tranquilidade
Corridas ao rubro na Taça de Portugal de Karting Tranquilidade

Corridas ao rubro na Taça de Portugal de Karting Tranquilidade

 

Maria Germano Neto (Iniciação), Adrian Malheiro (Cadetes), Rodrigo Ferreira (Júnior), Guilherme Oliveira (Juvenis), Bruno Ponte (X30 Super) e Henrique Chaves (X30 Shifter) venceram as respectivas categorias da Taça de Portugal de Karting Tranquilidade.

Coube à Categoria Júnior abrir a luta pela Taça de Portugal e assistiu-se a mais um duelo entre Rodrigo Ferreira (Praga) e Simão Ventura (CRG), que terminaram separados por 0,724”, com Guilherme Roldão (Tonykart) a completar o pódio, sem nunca ter estado em condições de lutar pela vitória.

Fantástica a corrida da Categoria Juvenis, com os três primeiros a travarem um duelo intenso, com constantes mudanças de posição, que só terminou em cima da meta, com Guilherme Oliveira (FA) a levar a melhor sobre Luís Alves (FA) e Mariana Pacheco (Praga), que completaram o pódio, com o trio da frente a ficar separado por 0,279” (!), o que traduz o que foi o duelo em pista.

A emoção aumentou na corrida da Categoria Cadete, com os três primeiros a festejarem a vitória, já que terminaram separados por 0,039” (!!!), depois de uma luta que durou até ao último centímetro, com a vitória a pertencer a Adrian Malheiro (Praga) que bateu, em cima da meta Ivan Domingues (Madcroc) e Lourenço Marques (Tonykart).

Surpresa na Categoria Iniciação, com Maria Germano Neto (Birel), que tinha estado discreta ao longo de todo o fim-de-semana, a conquistar a Taça de Portugal, depois de deixar Santiago Alves (Birel), a 13,308”, com João Gouveia (Birel), que parecia ser o mais sério candidato à vitória, a completar o pódio.

Golpe de teatro na corrida da Categoria X30 Super, com Ricardo Borges (Birelart), que estava a controlar a corrida e parecia ter a vitória assegurada, a desistir, aparentemente, traído pela mecânica, o que permitiu a Bruno Ponte (Zanardi), que o seguia como uma sombra, conquistar a Taça de Portugal à frente de Andriy Pits (CRG) e de João Pereira (Madcroc).

A fechar o programa, Henrique Chaves (CRG) venceu a corrida da Categoria X30 Shifter, a categoria rainha do karting, com Hugo Marreiros (DR) e Mariano Pires (Sodikart) a seguirem-no de perto, mas sem nunca estarem em condições de o ultrapassar.

Classificações

JÚNIOR – 1.º, Rodrigo Ferreira (Praga), 17 voltas, em 13’10,638”; 2.º, Simão Ventura (CRG), a 0,724”; 3.º, Guilherme Gusmão (Tonykart), a 4,107”; 4.º, Melle Ouwens (Zanardi), a 17,323; 5.º, Rodrigo Leitão (Tonykart), a 7 voltas. Classificou-se mais um piloto.

JUVENIS – 1.º, Guilherme Oliveira (FA), 15 voltas, em 12’37,999”; 2.º, Luís Alves (Haase), a 0,103”; 3.º, Mariana Machado (Praga), a 0,279”; 4.º, Rodrigo Correia (Ricciard), a 2,736”; 5.º, Jesse Doorgeest (Hasse), a 4,900”. Classificaram-se mais sete pilotos.

CADETES – 1.º, Adrian Malheiro (Praga), 12 voltas, em 10’31,665”; 2.º, Ivan Domingues (Madcroc), a 0,018”; 3.º, Lourenço Marques (Tonykart), a 0,039”; 4.º, Tomás Martins (DR); a 5,404”; 5.º, Rafael Rego (CRG), a 6,387”. Classificaram-se mais oito pilotos.

INICIAÇÂO – 1.º, Maria Germano Neto (Birel), 6 voltas, em 8’11,611”; 2.º, Santiago Alves (Birel), a 13,308”; 3.º, João Gouveia (Birel), a 14,704”; 4.º, Pedro Cachada (Birel), a 17,328”; 5.º, Rodrigo Ferreira (FA), a 4 voltas

X30 SUPER – 1.º, Bruno Ponte (Zanardi), 17 voltas, em 12’46,832”; 2.º, Andriy Pits (CRG), a 0,607””; 3.º, João Ferreira (Madcroc), a 6,692”; 4.º, Jorge Areia (Praga), a 7,075”; 5.º, Rui Andrade (Tonykart), a 14,014”. Classificaram-se mais três pilotos.

X30 SHIFTER – 1.º, Henrique Chaves (CRG), 15 voltas, em 10’53,968”; 2.º, Hugo Marreiros (DR), a 0,700”; 3.º, Mariano Pires (Sodikart), a 1,012”; 4.º, André Serafim (Tonykart), a 5,344”; 5.º, Miguel Matos (Birel), a 5,844”;. Classificaram-se mais 17 pilotos.

 

Scroll To Top