Terça-feira , Agosto 21 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Crónica de Mário Castro sobre Sata Rallye Açores
Crónica de Mário Castro sobre Sata Rallye Açores

Crónica de Mário Castro sobre Sata Rallye Açores

UMA VITÓRIA IMPORTANTE PARA OS NOSSOS OBJECTIVOS…

O rali dos Açores é um dos meus preferidos, ainda que a meu ver, as suas classificativas tenham mudado bastante (para pior) relativamente às classificativas das edições dos anos 90. Ainda assim continua a ser uma prova espetacular e que qualquer piloto gosta de fazer pois é sem duvida um dos ralis mais bonitos do mundo.
Tanto eu como o Pedro já não participávamos no rali desde 2010 e por isso sempre tivemos a noção de que teríamos pela frente um rali difícil. Vencer o Ricardo Moura seria muito complicado, não só pelo seu conhecimento da prova como também agora pelo seu novo carro da atual geração.
Tínhamos previsto um teste já em S. Miguel por forma a encontrar o acerto ideal para o Skoda para este rali tão especifico, mas infelizmente não o conseguimos fazer na perfeição porque tivemos um problema no carro que nos impossibilitou de tal.
Com isto, fomos para o rali um pouco “ás escuras” e tivemos bastantes dificuldades em realizar tempos interessantes porque o carro não estava mesmo nada do nosso agrado. Além disso partimos muito atrás na ordem de partida e encontramos os troços já bastante degradados faça a alguns dos nossos adversários. Fomos lutando contra todas as adversidades do rali e aos poucos fomos conseguindo aumentar o ritmo o que nos permitiu alcançar mais uma (a quarta) saborosa vitória para o CNR. Numa altura em que atingimos o meio do campeonato e contabilizamos 4 vitórias em outras tantas provas, só poderemos estar satisfeitos com o trabalho de toda a equipa. Daqui para a frente iremos continuar a trabalhar da mesma forma pois nada está ganho e antevê-se ralis muitos competitivos.
Um muito obrigado a todos quantos nos têm apoiado ao longo das provas.
Até à Marinha Grande, onde se realizará a próxima prova do CNR…

 

Scroll To Top