Domingo , Junho 25 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Dakar 2015 foi hoje apresentado
Dakar 2015 foi hoje apresentado

Dakar 2015 foi hoje apresentado

O rali Dakar de 2015 arrancará e terminará em Buenos Aires, num total de 9.000 quilómetros pela Argentina, Chile e Bolívia, e marcará o regresso da Peugeot à prova, anunciou hoje a organização da corrida.

A organização do rali, que esta quarta-feira, em Paris, divulgou em traços gerais o percurso da prova, explicou que a corrida continuará a passar pela cordilheira dos Andes em dois momentos e uma vez mais pelo deserto de Atacama, no Chile.

A corrida começa a 4 de janeiro, em Buenos Aires, onde também termina, a 17 de janeiro. Pelo meio, 13 etapas em três países – Argentina, Chile e Bolívia – que serão anunciadas na próxima semana pelos países anfitriões.

Mais uma vez, na sétima edição “americana” do rali todo-o-terreno mais famoso do mundo (37.ª no total), o Peru ficará de fora do percurso, devido a restrições orçamentais.

A grande novidade deste ano será a realização de etapas maratona para todas as categorias: as motas e os ‘quads’ já as tiveram este ano, mas [em 2015] será também para os carros e os camiões, em momentos diferentes e em terrenos diferentes”, explicou o diretor de prova, Etienne Lavigne, acrescentando que todos os pilotos de todas as categorias terão de ser autossuficientes durante dois dias neste tipo de etapas.

Por outro lado, enquanto este ano apenas as motas e os “quads” passaram pela Bolívia, em 2015 também os carros e os camiões o farão, num ano que ficará marcado pelo regresso da Peugeot, quatro vezes vencedora (entre 1987 e 1990) quando a competição ainda decorria em África.

“Os 205 e 405 pilotados em África por Vatanen, Kankkunen ou Ickx, dos tempos da saga Peugeot, terão de certeza herdeiros à altura no Dakar2015”, saudou, em comunicado, a organização da prova em referência à marca que deixou o Dakar depois do triunfo de 1990. O Dakar2014 decorreu entre Rosario (Argentina) e Valparaíso (Chile), com uma passagem pela Bolívia para as motas e os quads. Terminou a 18 de janeiro com um triunfo espanhol nas duas categorias: Marc Coma (KTM), nas motos, e Nani Roma (Mini) nos carros.

 

Scroll To Top