Segunda-feira , Maio 28 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Daniel Nunes vence colheita do Dão (por Paulo Homem)
Daniel Nunes vence colheita do Dão (por Paulo Homem)

Daniel Nunes vence colheita do Dão (por Paulo Homem)

Desta fez a tradição não se cumpriu e não houve indecisão quanto ao vencedor, mas o Rali Vinho do Dão acabou por ser um espetáculo bem animado, com a lama e o piso muito escorregadio na segunda secção a causar muitos problemas aos pilotos.

Daniel Nunes vez uma exibição quase perfeita, que apesar de um percalço 1ª especial (problemas de alternador) e na 4ª especial (uma saída de estrada), não beliscou o resultado, pois desde a segunda especial não teve adversários na luta pela vitória, tendo ainda tempo para algumas (muitas) notas artísticas.

Carlos Fernandes ainda foi o primeiro líder do rali, depois de vencer a super-especial, mas um problema elétrico na segunda especial (fusível) fez o piloto perder mais de 13 minutos e, com isso, quaisquer aspirações a vencer. Ainda venceu troços, dando a entender que poderia ter discutido a vitória, mas uma saída de estrada e um problemas de motor, fez o piloto terminar muitos longe dos primeiros lugares.

A ganhar ritmo competitivo de provas para prova, Fernando Teotónio fez uma prova muito interessante. No 4º troços teve uma saída de estrada sem consequências, na parte da tarde ficou sem travões no final de um troço, vendo o segundo lugar a ficar em perigo, mas no derradeiro troço voltou ao ritmo normal e conseguiu garantir o melhor resultado do ano.

Com um andamento muito cauteloso na fase inicial, José Merceano, foi gradualmente subindo de ritmo assim o terreno ficava menos escorregadio nos troços. Terminou o rali com uma chance de subir ao segundo lugar mas acabou mesmo por arrecadar o lugar mais baixo do pódio.

Ricardo Teodósio foi a Nelas de Lancer Evo VI, mas o carro nunca teve a seu gosto e com muitas falhas, o que acabou por condicionar o resultado mas não a prestação, onde por vezes brindou o público com algum espetáculo.

Nas duas rodas motrizes Pedro Antunes continua a dar nas vistas e a somar vitórias. Neste rali teve a oposição de Paulo Antunes num Citroen Saxo, que acabou por desistir com problemas de caixa, deixando Pedro Antunes mais sossegada na frente num rali sem incidências ao volante do Peugeot 208 R2.

Nota também para a prova de Luís Mota, desta feita com um sexto lugar, num rali em que as condições do piso condicionaram muito o andamento.

Vencedores de Troços
Carlos Fernandes (5); Daniel Nunes (3)

Comandantes Sucessivos
Carlos Fernandes (Pec 1); Daniel Nunes Pec (2 a 8)

Classificação Final

nelasclass2016

 

Texto e foto: Paulo Homem (www.ralisonline.net)

 

Scroll To Top