Quinta-feira , Novembro 15 2018
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Desafio Polaris ACE 570 ruma às Beiras
Desafio Polaris ACE 570 ruma às Beiras

Desafio Polaris ACE 570 ruma às Beiras

Ricardo Megre foi o mais rápido na jornada inaugural

 

Depois de uma jornada inaugural do Desafio Polaris, infelizmente marcada pela trágica morte do piloto de Quad Bruno Ferreira, a competição destinada aos pequenos mas muito interessantes ACE 570, prossegue agora na Beira Baixa onde se irá disputar a Baja TT Proença-a-Nova/Oleiros/Mação, competição organizada pela Escuderia Castelo Branco.

Se, face ao que aconteceu em Reguengos de Monsaraz, os quatro pilotos participantes neste novo e importante Desafio, viram a sua estreia resumir-se à disputa de um único sector selectivo, começarão por ter agora pela frente, na Baja TT Proença-a-Nova/Oleiros/Mação, um prólogo, a ser realizado em Proença-a-Nova e com 9,6 quilómetros de extensão, que terá lugar na sexta-feira dia 19. No dia seguinte enfrentarão um troço com 118,91 km, com partida de Proença-a-Nova e final em Oleiros.

Nesta competição monomarca, que utiliza o ACE 570, o UTV de menor cilindrada produzido pelo construtor americano Polaris, Ricardo Megre lidera, ele que, depois de muitos anos dedicado à velocidade, onde conquistou inúmeros títulos, aposta agora nas competições de Todo-o-Terreno. Na segunda posição surge Filipe Ferreira que, vindo Guarda, é um estreante absoluto em competição. Terceiro lugar para Alexandre Freitas piloto que regressa ao TT quase 15 anos depois de competir nas duas rodas. A fechar o quarteto de participantes no Desafio Polaris ACE 570 está Joana Lopes, a única participante feminina, irmã de João Lopes, o actual líder da competição UTV/Buggy do CNTT.

Classificação do Desafio Polaris ACE 570 (após a 1ª prova)
1º Ricardo Megre (JL Racing), 5 pontos; 2º Filipe Ferreira (Garonda), 3; 3º Alexandre Freitas (JL Racing), 2; 4º Joana Lopes (JL Racing), 1.

 

Scroll To Top