Quarta-feira , Setembro 20 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / DOMÍNIO DO LESTE, NOS SUPER 1600, COM SZABO A VENCER (por Rodrigo Vasconcelos)
DOMÍNIO DO LESTE, NOS SUPER 1600, COM SZABO A VENCER (por Rodrigo Vasconcelos)

DOMÍNIO DO LESTE, NOS SUPER 1600, COM SZABO A VENCER (por Rodrigo Vasconcelos)

Numa divisão que fazia lembrar um troféu, pois quase metade os carros eram da mesma marca – Skoda – e quase dois terços dos pilotos eram de países do leste, a vitória foi do húngaro Kristian Szabo.

Foram 18 os pilotos que alinharam, dos 21 inscritos. Nas “faltas”, encontrava-se o português Hélder Ribeiro, a quem a FIA não “passou” o passaporte técnico internacional. O roll-bar do C2 tem homologação FIA, mas alegadamente não para um C2 S1600.

Depois das quatro mangas de qualificação, duas à chuva, as de sábado, e duas ao sol, as de domingo, seguiram -se as meias finais.
O francês Andreas Dubourg, Renault Clio, venceu a primeira e o húngaro Kristian Szabo, Skoda Fabia, a segunda. Dubourg partiu da pole, para a final, com o piloto húngaro ao seu lado.
Nas duas restantes linhas encontravam-se o russo Nikita Misyulya, Skoda Fabia, o checo Ondrej Smetana, Ford Fiesta, o letão Janis Baumanis, Renaul Twingo, e o lituanoErnestas Staponkus.
Nesta que foi a primeira final da tarde, ressalvando a prova suporte, a vitória viria a sorrir a Kristian Szabo, numa final em que a chuva ainda não tinha feito a sua aparição. Foi mais uma boa corrida, com Andréa Dubourg a terminar na segunda posição. Inverteram-se, na final, os dois lugares da grelha de partida desta.
Janis Baumanis subiu dois lugares na final, terminado no lugar mais baixo do pódio, à frente de Ondrej Smetana. Ernestas Staponkus e Ninita Misyulya, foram os quinto e sexto classificados.
Quanto aos pontos para  Campeonato da Europa, Janis Baumanis saiu de Montalegre com 24. Logo a seguir Kristian Szabo e Andréas Douburg, somaram 23 cada um. Dubourg, irmão mais novo de Jean-Baptiste, que alinhou nos Super Car.

 

Scroll To Top