Domingo , Agosto 20 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Elisabete Jacinto mantém lugar de pódio entre os camiões
Elisabete Jacinto mantém lugar de pódio entre os camiões

Elisabete Jacinto mantém lugar de pódio entre os camiões

Elisabete Jacinto reforçou hoje o terceiro lugar da classificação geral dos camiões, posição alcançada ao segundo dia de prova, disputadas que estão cinco das sete etapas que compõe o Morocco Desert Challenge. A equipa Bio-Ritmo® conta agora com uma vantagem de cerca de 1h30m para o belga Igor Bouwens, que ocupa o quarto posto da geral da classe T4, numa fase em que falta apenas cumprir duas etapas desta grande maratona africana. Os portugueses ficam assim mais perto de cumprir com os objectivos traçados no início desta corrida.

O trio composto por Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho, demorou 4h18m09s a executar todo o percurso da quinta jornada, que se cumpriu hoje em torno de Merzouga, tendo gasto apenas mais nove minutos que o terceiro classificado da categoria camião. A formação lusa terminou o sector selectivo de 213 quilómetros cronometrados no quinto posto da sua classe.

A especial de hoje foi mais curta que o previsto porque uma forte tempestade de areia, que assolou a região de Erfoud, impediu os pilotos de partirem logo pela manhã. Assim, a organização da prova optou por anular os primeiros 30 quilómetros que seriam feitos no Erg Chebbi. Apesar das dificuldades, inerentes ao percurso e às condições climatéricas em que se realizou o setor seletivo, os portugueses executaram a etapa sem nenhum problema: “houve tempestade de areia durante toda a noite e à hora de partirmos para a especial a tempestade estava tão forte que não havia condições para começar a corrida. Assim, a organização adiou as partidas e a primeira mota só saiu pelo meio-dia. Por este motivo a etapa acabou por ser um pouco mais curta, ou seja, a organização decidiu anular a parte inicial da especial e acabámos por não fazer a travessia do Erg Chebbi. Ainda assim fizemos as dunas do Ouzina e fizemos algumas do Chebbi antes de chegarmos ao acampamento. Foi uma etapa muito bonita, difícil e sinuosa. Apesar dos contratempos correu tudo bem sem nenhum problema a assinalar”, contou a piloto Elisabete Jacinto.

Cumpre-se amanhã a sexta e penúltima etapa do rali Morocco Desert Challenge. Esta especial, que vai ligar Merzouga a Tendrara, será a mais longa de toda esta grande maratona africana. Serão cumpridos 405 quilómetros cronometrados que vão variar entre pistas rápidas, planícies e trilhos de pedras ponteados por valas e buracos fundos.

 

Scroll To Top