Sexta-feira , Novembro 24 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Elisabete Jacinto sobe ao pódio em Marrocos
Elisabete Jacinto sobe ao pódio em Marrocos

Elisabete Jacinto sobe ao pódio em Marrocos

Elisabete Jacinto termina a sua sexta participação no Rallye Aicha des Gazelles com mais uma subida ao pódio. Na cerimónia de entrega de prémios, que se  realizou em Essaouira, a portuguesa  recebeu pela quinta vez um troféu daquela que é a maior prova de todo-o-terreno do mundo exclusivamente destinada às mulheres.

A dupla inscrita pela equipa oficial da Volkswagen Vehicules Utilitaires, composta por Elisabete Jacinto e Valérie Dot, fez uma recuperação brilhante na derradeira jornada da prova ao realizar o melhor percurso do dia. Foi com este triunfo na sexta e última etapa que a equipa conseguiu alcançar o tão ambicionado segundo posto da classificação final. Em primeiro lugar ficou a dupla com o número 161, formada pela britânica Jeanette James e pela francesa Anne Marie Borg, também elas da equipa Volkswagen.

Elisabete Jacinto iniciou a competição de forma cautelosa, mas com o decorrer da competição foi diminuindo gradualmente a diferença que tinha relativamente às suas mais diretas opositoras. A dupla luso-francesa fez uma gestão refletida da prova, todavia, os problemas mecânicos que se manifestaram na Volkswagen Amarok no final da segunda etapa maratona deixaram alguma preocupação. Foi o engenho e persistência da equipa que permitiu a superação de todas as dificuldades. Apesar das contrariedades Elisabete Jacinto e Valérie Dot terminaram em terceiro lugar a exigente etapa maratona marcada pela travessia do Erg Chegaga e continuaram a sua aproximação aos lugares da frente.

No final, todo o esforço foi compensado e Elisabete Jacinto mostrou-se satisfeita por alcançar mais um troféu: “este rali foi, sem dúvida, muito bem disputado e com uma organização notável. Foi uma prova muito emocionante e bastante renhida pois o nível de competitividade das concorrentes é muito elevado. Relativamente à nossa prestação acho que estivemos bem. Talvez uma ou outra decisão que tomamos que não tenha sido a melhor e com isso comprometemos a nossa vitória. O meu objetivo era vencer, no entanto ainda não foi possível. Sinto que se continuar a aperfeiçoar o meu trabalho posso fazer melhor e sei que posso ganhar este rali. De qualquer forma, neste momento, tanto eu como a Valérie estamos muitos felizes com a posição alcançada porque a prova foi, de facto, muito difícil”, afirmou Elisabete Jacinto.

A 24ª edição do Rallye Aicha des Gazelles chegou ao fim. Foram oito dias de competição onde a dureza dos percursos não demoveu as 320 participantes de superarem todos os obstáculos e chegar ao fim desta aventura. No final da cerimónia de entrega de prémios ficará, por certo, a promessa do regresso.

 

Scroll To Top