Domingo , Agosto 20 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Entrevista a LUCAS ORDÓÑEZ
Entrevista a LUCAS ORDÓÑEZ

Entrevista a LUCAS ORDÓÑEZ

 

O primeiro vencedor da Nissan PlayStantion GT Academy foi confirmado como piloto do revolucionário Nissan ZEOD RC, que será o primeiro automóvel a completar uma volta no circuito de Le Mans apenas movido a electricidade.

Detentor de duas presenças no pódio da classe LMP2 nas 24 Horas de Le Mans e vencedor da edição inaugural da Nissan PlayStation GT Academy, Lucas Ordóñez foi confirmado como primeiro piloto para o revolucionário protótipo ZEOD RC da Nissan.

 

COMO VAI SER PILOTAR O ZEOD RC EM LE MANS?

Estou mesmo ansioso por começar. É um projecto muito ambicioso para a Nissan e para mim enquanto piloto; ter a oportunidade de conduzir pela primeira vez um automóvel eléctrico em Le Mans a mais de 300 km/h! Mal posso esperar pelo início dos testes e por entrar no automóvel em Le Mans e fazer aquelas voltas especiais apenas com electricidade.

 EM QUE MEDIDA ACHA INTERESSANTE O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO PARA UM AUTOMÓVEL COMO ESTE?

  O processo de desenvolvimento é muito complexo. Ninguém anteriormente fez nada tão desafiante em termos de tecnologia com veículos eléctricos. Completar uma volta inteira de Le Mans usando apenas electricidade é um desafio incrível e revolucionário.

Tenho estado na oficina com todos os engenheiros e mecânicos do ZEOD. Consegue sentir-se o esforço que estão a dedicar a este projecto. É muito complicado instalar um motor a gasolina e motores eléctricos no mesmo automóvel e conseguir alternar entre os dois sistemas. O motor a gasolina com 400 cavalos, que pesa apenas 40 kg, é incrivelmente pequeno. Eu poderia trazer o motor a gasolina para Le Mans na minha mala, como bagagem de mão.

A relação de potência por quilo é absolutamente incrível. É até melhor do que um automóvel de Fórmula 1.

É um grande desafio, mas esse é o tipo de projectos ambiciosos que a Nissan desenvolve; não optam pelo caminho mais fácil!

 COMO SERÁ PERCORRER MULSANNE A 300 KM/H SEM OUVIR O RUÍDO DO MOTOR?

Será algo único e estranho. Estou habituado a percorrer a recta de Mulsanne entre as árvores a mais de 300 km/h, mas com muito ruído do motor Nissan LMP2. Desta vez vai ser em silêncio. Vai ser excitante e algo diferente. Obviamente, estou ansioso por sentir isso pela primeira vez. Será seguramente uma experiência única.

O QUE REPRESENTA EM TERMOS DE DESAFIO TÉCNICO FAZER 13,6 QUILÓMETROS UTILIZANDO APENAS ELECTRICIDADE?

É um enorme desenvolvimento técnico. A equipa ZEOD tem trabalhado com todo o empenho para tornar isto possível. Se lhes perguntar, dir-lhe-ão que as baterias e os motores eléctricos tornam o projecto muito complicado.

É o começo de algo grandioso e o início da era eléctrica nos desportos motorizados, além de ser uma fantástica plataforma de aprendizagem para futuros automóveis de estrada eléctricos. A Nissan pretende ser a primeira a enfrentar este tipo de grandes desafios. Vai ser um processo de desenvolvimento árduo, mas os engenheiros e a equipa são muito profissionais. Todos ficarão impressionados com o que a Nissan consegue fazer em termos de locomoção eléctrica.

IRÁ SER UMA GRANDE EXPERIÊNCIA DE APRENDIZAGEM COM TODOS AQUELES CONTROLOS DIFERENTES NO HABITÁCULO?

É interessante. Para mim, enquanto piloto, obviamente que irão existir novos botões no volante, como o interruptor para passar do funcionamento a gasolina para o funcionamento a electricidade. Neste momento estamos no processo de aprendizagem, mas em breve iniciaremos os testes adequados e tomaremos conhecimento de tudo, bem como poderemos mostrar a todos os fãs como o ZEOD RC funciona e como é óptimo conduzi-lo.

ATÉ QUE PONTO ESTÁ ENTUSIASMADO POR TER SIDO SELECCIONADO COMO O PRIMEIRO PILOTO PARA UM PROGRAMA TÃO SIGNIFICATIVO?

Para mim é uma grande responsabilidade. Ser um dos pilotos do ZEOD RC, o primeiro automóvel eléctrico a circular a 300 km/h me Le Mans, será um grande desafio para mim. Mas eu gosto de trabalhar desta forma. Sei que todas as pessoas do desporto motorizado estarão atentos a este projecto e eu tenho a sorte e estou muito orgulhoso por fazer parte dele. Espero que sejamos bem-sucedidos em Le Mans.

Há seis anos venci a GT Academy. Era um estudante normal. Era impensável aquilo que consegui em seis anos; agora vou pilotar o automóvel mais revolucionário e desafiante visto em Le Mans em muitos anos.

Nunca esperei participar nas 24 Horas de Le Mans e já o fiz por três vezes, somando dois pódios e umapole position. Agora sinto-me um piloto profissional e estou pronto para este novo desafio, e para ter sucesso também com os automóveis eléctricos.

 

Scroll To Top