Sábado , Dezembro 16 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy ocupa os 3 primeiros lugares após a 1ª etapa
Equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy ocupa os 3 primeiros lugares após a 1ª etapa

Equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy ocupa os 3 primeiros lugares após a 1ª etapa

O piloto António Maio iniciou com uma vitória na 1ª etapa a sua participação no Raid TT a Góis, sexta e penúltima prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. O piloto da equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy gastou 15m55s a percorrer os 20 quilómetros de extensão da Primeira Especial e parte para a etapa de amanhã com uma vantagem de 04m46s sobre o seu mais direto adversário, Mário Patrão, que se atrasou após uma queda.

Luís Teixeira, que arrancou para esta prova ocupando a liderança na classe TT3 e o terceiro lugar absoluto no Campeonato, foi o segundo classificado nesta etapa inaugural.

Sebastian Buhler, que ficou a apenas um segundo do seu companheiro de equipa Luís Teixeira, completou o domínio absoluto da equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy, realizando o terceiro tempo.

Ao obter estas três primeiras posições no prólogo a equipa alcança mais um resultado histórico, a juntar aos anteriormente obtidos em Alcoutim e Idanha-a-Nova, onde triunfou nas três classes.

António Maio refere que “a etapa de hoje correu bem, sem problemas. Apercebi-me que algo correu mal com o meu mais direto adversário, Mário Patrão, mas espero que não seja nada de grave e que possa retomar a corrida. Na etapa de amanhã vou tentar estar concentrado e evitar cometer erros. O meu objectivo é lutar pela vitória”.

Luís Teixeira, que nesta temporada se estreou a vencer na classe TT3 em Alcoutim e que já subiu ao pódio absoluto por três vezes, salienta o trabalho da equipa e a qualidade da moto: “Estou muito satisfeito com a Especial de hoje. Nunca tinha sido segundo num prólogo e devo confessar que estou muito feliz, embora esteja também um pouco ansioso pelo facto de poder estar à beira de conquistar o título. Realço o excelente trabalho da equipa e o desempenho da minha moto que tem sido notável. Amanhã vou tentar estar o mais concentrado possível, porque ainda nada está decidido”.

O mais jovem elemento da equipa, Sebastian Buhler, refere que “tudo correu bem, mas existiam zonas mais escorregadias e outras de maior tração, pelo que tive de manter-me concentrado. Este traçado é muito ao meu gosto, mas vou ter de manter os níveis de concentração elevados para fazer uma boa corrida”.

Para Frederico Fino, chefe de equipa e também piloto, “este é um brilhante resultado dos pilotos Yamaha. Tenho consciência de que é só um prólogo e que o importante será a corrida de amanhã, em que tudo se decidirá. Já perdemos um campeonato por dois segundos de diferença, por isso temos de continuar atentos”.

Amanhã, Domingo, os concorrentes irão enfrentar, a partir das 9h30m, um troço com 110 km de extensão, que será repetido a partir das 12h30m.

Informações sobre a prova em www.goismotoclube.pt

 

Scroll To Top