Sábado , Novembro 25 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Estoril consagra primeiros campeões
Estoril consagra primeiros campeões

Estoril consagra primeiros campeões

Num fim-de-semana de intenso calor o Circuito do Estoril acolheu pela terceira vez na temporada uma ronda elegível para o campeonato nacional de velocidade. Neste regresso ás pistas depois da paragem de Verão o Motor Clube do Estoril acolheu pela terceira vez o campeonato com uma ronda dupla para os pilotos das classes mais baixas.

Sendo esta a penúltima ronda do ano – que fecha no final deste mês no mesmo Circuito do Estoril – algumas classes poderiam ter os seus campeões definidos, caso das Superbike ou Superstock 600, o mesmo se passando com alguns troféus que tiveram já os seus vencedores definidos.

Na classe maior o fim-de-semana começou da pior forma para o líder invicto do campeonato, Rui Reigoto, que sofreu uma violenta queda na tarde de Sábado que o deixou bastante dorido e a sua moto bastante danificada. Mas no Domingo a moto estava recuperada e Reigoto enfrentou mesmo a corrida, onde arrancou na segunda posição atrás de Tiago Magalhães. Com 16 voltas na sua génese a mesma seria no entanto interrompida depois de uma queda de Rui Marto e no segundo arranque os pilotos tiveram que enfrentar oito voltas que foram lideradas quase na integra por Tiago Magalhães – Reigoto esteve na frente nas primeiras curvas – que venceu de forma autoritária pela primeira vez este ano e subiu mesmo ao terceiro posto do campeonato por troca com Rui Marto. André Pires foi o segundo na frente de Romeu Leite, que passou Reigoto nas derradeiras voltas para assinar o seu primeiro pódio do ano na frente de Reigoto e Ricardo Lopes. Ao terminar na quarta posição Rui Reigoto conquistou o seu oitavo título nacional de velocidade e fez a festa juntamente com Ivo Lopes que ao vencer a corridas das Superstock 600 garantiu já a renovação do ceptro na classe.

Muito animadas foram as duas corridas reservadas ás classes de menor cilindrada do campeonato, uma em cada dia. Angel Domingues arrancou da ‘pole’ para liderar até ao final em qualquer um dos dias e recuperar importantes pontos para um campeonato que será decidido apenas na prova de fecho de época. Mas atrás dele não faltou animação e no final da tarde de Sábado foram cinco os pilotos que lutaram pelo segundo posto da classificação global, sendo um deles o único concorrente na classe Moto3, Pedro Fragoso. A este juntaram-se desde cedo David Ferreira, Francisco Maria, Tomás Alonso e o líder do campeonato Vasco Esturrado que depois de muitas trocas de posições entre todos quase curva após curva acabou por ser segundo na frente de David Ferreira. Na segunda corrida Francisco Maria liderou nos primeiros momentos para ser depois passado por Domingues que rapidamente se isolou e deixou o lisboeta sem segundo a salvo de ataque dos perseguidores para conseguir o melhor resultado do ano ao subir à posição intermédia de pódio na frente de Tomás Alonso.

Nas 85 foi Gonçalo Ribeiro a vencer em ambos os dias, com Patrick Costa a ser segundo na frente de Alesandre Tavares. No segundo dia Costa caiu ainda na fase inicial de corrida, mas regressou à pista para terminar em quarto e assegurar desde já o título nacional. Gonçalo Ribeiro venceu na frente de Diogo Regadas e Alexandre Tavares.

O fim-de-semana contou igualmente com duas rondas elegíveis para o Troféu ENI – Taça Luis Carreira, Kawasaki ZCup e Copa Dunlop Motoval. Rui Felisberto foi o vencedor de ambas as corridas Open no Troféu ENI – Taça Luis Carreira e assegurou já a primeira posição final na classe, ao contrário da SBK, ganha por Ricardo Almeida na primeira corrida e João Trancoso na segunda, com a liderança a ficar ainda nas mãos de Eduardo Cabreira que vai defender quatro pontos no fecho do ano. Nas Supersport João Vieira venceu as duas corridas e também garantiu o primeiro lugar final no troféu, com Alberti Vismaier a ser o vencedor nas Sport e assumir vantagem para o fecho de ano.

Nas Kawasaki ZCup Frederic Bottoglieri venceu ambas as corridas e sagrou-se vencedor da competição promovida pelo igualmente piloto Paulo Vicente, enquanto que na Copa Dunlop Motoval Jesus Macarro venceu as corridas na classe 1, reservada ás 600cc e na classe 2 as vitórias dividiram-se entre João Silva e Filipe Lourenço.

A próxima prova do campeonato irá levar novamente os pilotos ao Circuito do Estoril para a quarta visita ao traçado que encerrará igualmente a época desportiva num fim-de-semana onde serão igualmente entregues os troféus aos vencedores finais dos mesmos e onde serão desvendadas algumas novidades do CNV 2018.
MAIS FOTOS

CLASSIFICAÇÕES

Superbike
1º Tiago Magalhães – Aprilia com 8 voltas
2º André Pires – Kawasaki a 6.440s
3º Romeu Leite – Yamaha a 8.975s
4º Rui Reigoto – Yamaha a 9.545s
5º Ricardo Lopes – Kawasaki a 21.435s

Campeonato
1º Rui Reigoto – Yamaha com 163 pontos
2º André Pires – Kawasaki com 125
3º Tiago Magalhães – Aprilia com 94
4º Rui Marto – BMW com 94
5º Romeu Leite – Yamaha com 80

Superstock 600
1º Ivo Lopes – Yamaha com 10 voltas
2º Stephen Carmichael – Kawasaki a 1m03.304s
3º João Leandro – Honda a 1 volta

Campeonato
1º Ivo Lopes – Yamaha com 150 pontos
2º Stephen Carmichael – Kawasaki com 100
3º Angel Dominguez – Kawasaki com 85
4º André Lopes – Yamaha com 69
5º Sérgio Moreira – Yamaha com 24

125/PréMoto3
Corrida 1
1º Angel Domingues – Honda com 10 voltas
2º Vasco Esturrado – Moriwaki a 6.033s
3º David Ferreira – Minarelli a 6.106s
4º Tomás Alonso – Moriwaki a 6.198s
5º Francisco Maria – Beon a 6.932s

Corrida 2
1º Angel Domingues – Honda com 10 voltas
2º Francisco Maria – Beon a 4.962s
3º Tomás Alonso – Moriwaki a 19.024s
4º Vasco Esturrado – Moriwaki a 19.128s
5º Paulo Leite – Beon a 23.000s

Campeonato
1º Vasco Esturrado – Moriwaki com 130 pontos
2º Angel Domingues – Honda com 126
3º Tomás Alonso – Moriwaki com 92
4º João Marinho – Beon com 75
5º Francisco Maria – Beon com 67

85/Moto4
Corrida 1
1º Gonçalo Ribeiro – Beon com 10 voltas
2º Patrick Costa – Minarelli a 10.509s
3º Alexandre Tavares – Honda a 1 volta

Corrida 2
1º Gonçalo Ribeiro – Beon com 10 voltas
2º Diogo Regadas – Beon a 36.257s
3º Alexandre Tavares – Honda a 36.400
4º Patrick Costa – Minarelli a 1 volta

Campeonato
1º Patrick Costa – Minarelli com 153 pontos
2º Gonçalo Ribeiro – Beon com 128
3º Alexandre Tavares – Honda com 101
4º Diogo Regadas – Beon com 73
5º Bruna Lopes – Beon com 32

Moto3
Corrida 1
1º Pedro Fragoso – Honda com 10 voltas

Corrida 2
1º Pedro Fragoso – Honda com 10 voltas

Troféu ENI – Taça Luis Carreira
Open Corrida 1

1ª Rui Felisberto – Yamaha com 8 voltas
2ª Pedro Flores – Kawasaki a 30.135s
3ª Armindo Neves – Honda a 54.285s
4º Fernando Mercier – Yamaha a 1m31.730s
5º João Leandro – Yamaha a 1 volta

Open Corrida 2
1ª Rui Felisberto – Yamaha com 4 voltas
2ª Pedro Flores – Kawasaki a 16.854s
3ª Armindo Neves – Honda a 29.348s
4º Fernando Mercier – Yamaha a 49.790s
5º João Leandro – Yamaha a 1m27.610s

Campeonato
1ª Rui Felisberto – Yamaha com 250 pontos
2º Fernando Mercier – com 163
3ª Armindo Neves – Honda com 158
4º João Leandro – Yamaha com 117
5º Jorge Afonso – Yamaha com 68

SBK Corrida 1
1º Ricardo Almeida – Suzuki com 8 voltas
2º José Teixeira – Aprilia a 1.088s
3º João Trancoso – Suzuki a 6.649s
4º Eduardo Cabreira – Aprilia a 26.149s
5ª Nelson Saldanha – Suzuki a 30.022s

SBK Corrida 2
1º João Trancoso – Suzuki com 4 voltas
2º João Quelhas – Ducati a 3.596s
3º José Teixeira – Aprilia a 6.511s
4º Eduardo Cabreira – Aprilia a 12.398s
5ª Nelson Saldanha – Suzuki a 24.598s

Campeonato
1º Eduardo Cabreira – Aprilia com 195 pontos
2º José Almeida – Suzuki com 191
3º João Trancoso – Suzuki com 163
4ª Nelson Saldanha – Suzuki com 121
5º José Teixeira – Aprilia com 94

Supersport Corrida 1
1º João Vieira – Yamaha com 8 voltas
2º Ricardo Guerra – Honda a 25.462s
3º André Capitão – Yamaha a 25.884s
4º António Reis – Honda a 1m39.893s

Supersport Corrida 2
1º João Vieira – Yamaha com 4 voltas
2º André Capitão – Yamaha a 14.893s
3º António Reis – Honda a 47.272s

Campeonato
1º João Vieira – Yamaha com 203 pontos
2º André Capitão – Yamaha com 136
3º António Reis – Honda com 128
4º Ricardo Guerra – Honda com 121
5º Mário Freire – Honda com 24

Sport Corrida 1
1º Albert Vismaier – Kawasaki com 6 voltas

Sport Corrida 2
1º Albert Vismaier – Kawasaki com 3 voltas

Campeonato
1º Albert Vismaier – Kawasaki com 68 pontos
2º Paulo Costa – Honda com 56
3º Vasco Monteiro – Aprilia com 14

Kawasaki ZCup Corrida 1
1º Frederic Bottoglieri – Kawasaki com 8 voltas
2º Miguel Sousa – Kawasaki a 11.346s
3º Pavel Bogdanov – Kawasaki a 21.729s
4º Paulo Vicente – Kawasaki a 27.370s
5º Joaquim Boavida – Kawasaki a 1 volta

Kawasaki ZCup Corrida 2
1º Frederic Bottoglieri – Kawasaki com 4 voltas
2º Paulo Vicente – Kawasaki a 9.713s
3º Miguel Sousa – Kawasaki a 14.082s
4º Pavel Bogdanov – Kawasaki a 18.117s
5º Joaquim Boavida – Kawasaki a 1m31.048s

Campeonato
1º Frederic Bottoglieri – Kawasaki com 250 pontos
2º Miguel Sousa – Kawasaki com 166
3º Pavel Bogdanov – Kawasaki com 154
4º Paulo Vicente – Kawasaki com 92
5º Joaquim Boavida – Kawasaki com 77

Copa Dunlop Motoval
Classe 1 Corrida 1

1º Jesus Macarro – Kawasaki com 10 voltas
2º Daniel Rodriguez – Yamaha a 0.175s
3º Jaime Coelho – Suzuki a 14.483s
4º Tiago Nogueira – Honda a 35.225s
5º Fernando Merchan – Yamaha a 38.459s

Classe 1 Corrida 2
1º Jesus Macarro – Kawasaki com 10 voltas
2º Daniel Rodriguez – Yamaha a 0.554s
3º Jaime Coelho – Suzuki a 17.583s
4º Tiago Nogueira – Honda a 17.843s
5º Fernando Merchan – Yamaha a 46.245s

Campeonato
1º Jesus Macarro – Kawasaki com 123 pontos
2º Daniel Rodriguez – Yamaha com 111
3º Jaime Coelho – Suzuki com 96
4º Sérgio Leitão – Honda com 55
5º Fernando Merchan – Yamaha com 52

Classe 2 Corrida 1
1º João Silva – Kawasaki com 10 voltas
2º Filipe Lourenço – Aprilia a 3.165s
3º Alexandre Rosado – Suzuki a 10.940s
4º Tiago Pires – Suzuki a 12.781s
5º Manuel Rendo – Kawasaki a 22.537s

Classe 2 Corrida 2
1º Filipe Lourenço – Aprilia com 10 voltas
2º João Silva – Kawasaki a 7.147s
3º Alexandre Rosado – Suzuki a 8.458s
4º Tiago Pires – Suzuki a 23.064s
5º Manuel Rendo – Kawasaki a 25.918s

Campeonato
1º João Silva – Kawasaki com 126 pontos
2º Filipe Lourenço – Aprilia com 86
3º Tiago Pires – Suzuki com 83
4º Alexandre Rosado – Suzuki com 61
5º António Costa – BMW com 41

 

Scroll To Top