Quinta-feira , Novembro 22 2018
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Extreme Valongo com vitória espanhola
Extreme Valongo com vitória espanhola

Extreme Valongo com vitória espanhola

Pelo segundo ano consecutivo a cidade de Valongo recebeu no passado fim-de-semana uma prova elegível para a Taça da Europa de Extreme Enduro. Com organização a cargo da Melicias Team, que organiza igualmente a mundialmente conhecida Extreme Lagares, a prova foi composto por um prólogo realizado junto à cidade de Valongo, com obstáculos artificiais e que não só definiu a ordem de partida para o dia seguinte mas atraiu igualmente bastante público que acompanhou a evolução dos 86 pilotos inscritos divididos entre as classes Pro e Hobby, com a primeira a atrair 18 pilotos oriundos de Portugal, Espanha e Noruega e a segunda um expressivo número de 68 pilotos preparados para enfrentar uma prova que já se sabia ser bastante exigente.

Na abertura da competição foi Dani Oliveras quem venceu o prólogo, com o ex-campeão europeu de Trial 125, agora convertido ao Extreme Enduro a conseguir uma vantagem de pouco mais de 4 segundos face ao igualmente espanhol Xavi Leon, com Diogo Vieira a ser o melhor representante nacional ao concluir o pódio na terceira posição a 11.03 segundos de Oliveras.

O prato forte da competição seria no entanto o segundo dia, para o qual a organização reservou um exigente traçado com cerca de 20 quilómetros que tinha que ser percorrido durante três horas consecutivas por todos os participantes. Zonas técnicas bastante exigentes não faltaram ao longo da jornada, que no final viu Xavi Leon conseguir a primeira posição face a Dabi Oliveiras, que perdeu a ldierança devido a um problema na sua moto em resultado de uma queda. Sergi Leon conseguiu a terceira posição na frente de Diogo Vieira, novamente o melhor representante dos lusos, que terminou na frente do norueguês Anders Johansen e Joel Vieira, o segundo representante nacional entre os dez melhores da categoria Pro em Valongo. Destaque ainda para a presença de Rita Vieira, a 18ª na classificação final, ela que juntamente com Sandra Gomez, a recém-coroada campeã do mundo de Superenduro, foram as duas únicas senhoras a enfrentar a prova na classe Pro.

Entre o imenso pelotão Hobby o vencedor foi o espanhol Juaquin Paz, seguido por Emanuel Costa e Carlos Campos.

Classificações

PRO
1º Xavi Leon – Husqvarna com 3 voltas em 3h02m08.017s; 2º Dani Oliveiras – KTM a 5m36.338s; 3º Sergi Leon – Beta a 9m19.373s; 4º Diogo Vieira – Beta a 10m30.915s; 5º Anders Johansen – Beta a 23m46.769s; 6º Joel Vieira – KTM a 25m10.854s; 7º Alex Hidalgo – Beta a 44m13.499s; 8º Andre Larsen – KTM a 51m02.861s; 9º Joar Wiik – KTM a 1h03m54.317s; 10º Fran Rodriguez – KTM a 1m04.11.290s

HOBBY
1º Juaquin Paz com 3 voltas em 3h34m23.989s; 2º Emanuel Costa a 1m45.909s; 3º Carlos Campos a 12m05.701s; 4º Ivan Gil a 15m01.390s; 5º Luis Nuñez a 23m09.392s; 6º Albert Garcia a 29m19.676s; 7º Hugo Pinto a 30m16.648s; 8º Eduardo Garcia a 31m50.763s; 9º Tiago Sousa a 43m51.378s; 10º Marc Feixa a 46m12.044s

 

Scroll To Top