Sábado , Outubro 21 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Fábio Mota renova aposta na antecâmara do WTCC
Fábio Mota renova aposta na antecâmara do WTCC

Fábio Mota renova aposta na antecâmara do WTCC

 

 

Fábio Mota disputa este ano novamente a Taça Europeia FIA de Carros de Turismo – ETCC, a competição que se assume como a antecâmara do Campeonato do Mundo FIA de Carros de Turismo, lançando-se para um desafio que pretende ser a concretização do bom andamento que evidenciou em 2016.

 

O piloto de vinte e nove anos foi na temporada passada um dos protagonistas da competição, tendo sido recorrentemente um dos actores das lutas entre os quatro primeiros em cada uma das doze corridas da época, e só algumas contrariedades o impediram de subir mais vezes aos pódios, muito embora tivesse um carro menos desenvolvido que os dos seus adversários.

 

Depois de um ano em que demonstrou o seu valor e capacidade frente a fortes oponentes e em circuitos que maioritariamente desconhecia, o piloto de Vila Nova de Gaia volta a apostar na Taça Europeia FIA de Carros de Turismo – ETCC, mas desta feita munido com as ferramentas necessárias para se bater de igual para igual com os seus adversários – um SEAT Leon TCR com todas os últimos desenvolvimentos.

 

O carro espanhol será inscrito pela Lein Racing, estando a estrutura técnica a cargo da Lema Racing, bem conhecida do português. “2016 foi o meu ano de estreia no ETCC e foi difícil, dado que não conhecia grande parte dos circuitos, tinha uma oposição muito forte e um carro que estava em inferioridade técnica face aos meus adversários. Para 2017, teremos novamente alguns circuitos desconhecidos e um plantel ainda mais forte, mas no campo técnico estarei em plano de igualdade, o que me deixa ainda mais confiante”, afirmou Fábio Mota com entusiasmo.

 

O piloto de Gaia, que no ano passado alcançou o pódio logo na segunda ronda do calendário, voltará em 2017 a ter seis rondas, passando por circuitos míticos como Monza, Nurburgring – Nordschleife ou Vila Real, para além de Most, Zolder e Hungaroring, o que constitui mais uma época plena de desafios.

 

Fábio Mota sabe que a sua tarefa não será fácil, mas está empenhado em apoiar-se na sua experiência de 2016 para alcançar ainda melhores resultados este ano. “A época passada foi muito dura e exigente, mas permitiu-me crescer enquanto piloto, tornar-me mais forte e mostrar que posso bater-me com qualquer piloto do ETCC. Este ano, com um carro actualizado, as expectativas são, evidente, mais elevadas, mas sei que terei mais adversário e mais fortes. Vou dar o meu melhor e lutar para garantir bons resultados”, assegurou o piloto apoiado pela Würth, Sika, Projectiva, Serafim Marques, Turas, Plastoform, Wetor, Glassdrive e NSS.

 

A primeira ronda da Taça Europeia FIA de Carros de Turismo de 2017 terá como palco o histórico Autodromo Nazionale di Monza, Itália – de 28 a 30 de Abril – estendendo-se a temporada até Outubro, Most, na República Checa.

 

Scroll To Top