Quarta-feira , Outubro 18 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Fim-de-semana frustrante para César Machado
Fim-de-semana frustrante para César Machado

Fim-de-semana frustrante para César Machado

César Machado regressou aos comandos do Seat Leon TCR, no Circuito Internacional de Vila Real, numa ronda
a contar para o Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos, TCR Ibérico e TCR Portugal, com o piloto a
ter uma passagem inglória pelo mítico traçado transmontano.
O jovem piloto de Famalicão sentiu algumas dificuldades na sessão de Qualificação, já que o Seat Leon TCR
sofreu um toque na primeira sessão, com o seu companheiro de equipa ao volante. Ainda assim, Machado
conseguiu garantir o 5º lugar da grelha de partida da Corrida 2, com a sua melhor volta em 2:05.896s, mesmo
sem o “set up” ideal.
No Domingo as coisas começaram a complicar-se na primeira corrida, onde o seu companheiro de equipa,
Manuel Pedro Fernandes, não conseguiu evitar um toque num outro concorrente que já tinha batido. A
Speedy Motorsport trabalhou arduamente para que César Machado estivesse na grelha de partida para a
Corrida 2. Como a equipa teve de retirar o carro do “Parc Fermé” para fazer a reparação do carro, o piloto foi
obrigado a partir de último lugar.
Na sua corrida, César Machado teve um arranque difícil, motivado por alterações no Seat Leon TCR:
“Estreamos em Vila Real um novo modo de “Launch Control” e por não estar ainda 100% adaptado ao novo
sistema, não consegui fazer a largada que pretendia.”
“O azar de uns é a sorte de outros e nesta prova aconteceu isso. O Nuno Batista bateu na entrada da recta
da meta e consegui ascender a 6º, de seguida o Gustavo Moura teve um percalço na chicane de Mateus que
também consegui aproveitar e ultrapassei o Eduardo Leitão em pista para conquistar o 4º lugar final.”
O piloto apoiado pela SALTAPONTOS, GRUPO ADI, CLAUDINA COSTA, AUTÓDROMO VIRTUAL DE FAMALICÃO
E PHANCY, ficou convencido que ainda podia ter chegado ao pódio, tendo chegado à traseira de Patrick
Cunha, que terminou em 3º: “O Patrick saiu mal da chicane de Mateus e eu bem. Tentei travar mais cedo e
tentar a “tesoura”, mas não correu bem. Para além disso, o carro não estava a 100% depois do acidente do
Manuel Pedro. Depois de tanto azar, o 4º lugar foi o possível.”
César Machado não teve a sorte do seu lado mas sai de Vila Real motivado para as próximas rondas do
campeonato, tendo em conta o andamento mostrado pelos carros da equipa este fim-de-semana. O
campeonato regressa nos dias 2 e 3 de Setembro no Circuito Vasco Sameiro, para a 4º Racing Weekend de
2017.

 

Scroll To Top