Segunda-feira , Janeiro 22 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Fortíssimas emoções na primeira corrida do Iberian Historic Endurance
Fortíssimas emoções na primeira corrida do Iberian Historic Endurance

Fortíssimas emoções na primeira corrida do Iberian Historic Endurance

Fortíssimas emoções na primeira corrida do Iberian Historic Endurance no Algarve Classic Festival! Corrida decidida nas duas últimas voltas quando Voyazides / Hadfield ultrapassam Albuquerque.

As 50 equipas estavam ansiosas por se fazer à pista, e foi logo após a partida que a família Macedo e Silva e Francisco Albuquerque passaram Voyazides / Hatfield, marcando logo aí uma posição forte sobre as suas ambições de vencer a corrida em solo Português. Os Porsches de Lopez / Rodriguez e Martinez / Fuster seguiam atrás dos GT40, com De Tomaso Pantera de Boel / Rubbio logo atrás. Durante as voltas seguintes os primeiros três debateram-se proximamente enquanto os Porsches seguravam o 4º e 5º lugares, mas Boel / Rubbio foi ficando para trás até o safety car entrar, devido à perda de roda do Lotus Elan da familia Bradshaw. Michiel Campagne, o Holandês que já ganhou várias corridas, foi o piloto que melhor aproveitou o sucedido, fazendo a paragem para troca de piloto, o que lhe deu uma vantagem e o fez chegar à liderança. No entanto, não aguentou a pressão durante a segunda parte da corrida, com Voyazides / Hatfield a conquistarem a liderança. A equipa grega aumentou a vantagem, mas ainda assim foi penalizada com um drive through devido a excesso de velocidade na troca de piloto. Francisco Albuquerque foi assim a quarta equipa a assumir a liderança. Mas a equipa Grega estava focada em vencer e mesmo após o drive throughconseguiu chegar à liderança, tendo a família Macedo e Silva conquistado o 3º lugar.

Nos H 1965 destaque para o Jaguar E de Cruz / Pais do Amaral que terminou em 1º e o Lotus Elan de Stevens que terminou em 2º. Os dois alternaram lugares até ao fim, com o Lotus a subir até 3º da geral graças a uma boa gestão da troca de piloto. Nos H 1971 a vitória foi para a dupla Guimarães / Melo, o primeiro triunfo do Lotus Elan Sprint desde o Estoril e que chegou em jeito de celebração do aniversário de Alexandre Guimarães que comemorava o seu 70º aniversário. Nos H 1976 a equipa Rezende / Pais do Amaral, preparada pela ASM, conquistou a sua primeira vitória do ano, com a satisfação de ter sido em terra lusa, liderança muito festejada pela equipa. Os Porsche dominaram esta classe com Moreno / Silva a acabar em 2º e Martinez / Fuster em 3º.

Por último, nas viaturas até 1300 foi o pequeno Mg Midget de Francisco Sanchez em primeiro, seguido pelo Datsun 1200 de Santos / Gaspar e pelo Mini Cooper S Inglês de Parsons / Birchenhough, que teve problemas de motor e com Sousa Ribeiro a liderar o Index de Performance Cuervo y Sobrinos.

 

 

Scroll To Top