Sábado , Setembro 22 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / FRANCISCO ABREU COM FIM DE SEMANA AZIAGO
FRANCISCO ABREU COM FIM DE SEMANA AZIAGO

FRANCISCO ABREU COM FIM DE SEMANA AZIAGO

 

 

Terminou o Racing Weekend de Braga, quarta jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos (CNVT 2017), com FRANCISCO ABREU, ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, SIVA, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Glassdrive, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve, a não conseguir mais que dois quartos lugares nas corridas hoje realizadas.

 

Depois de um dia muito difícil, o Team Novadriver trabalhou arduamente para entregar um VW Golf GTI TCR em melhores condições a FRANCISCO ABREU. A melhoria foi grande, pois na sessão de treinos da manhã, o Campeão Nacional de Velocidade 2015 foi o mais veloz. Saindo da segunda posição da grelha de partida com pneus novos, FRANCISCO ABREU acabou por hipotecar um bom resultado ao falhar o arranque e cair para o sexto lugar.

 

Forçado a mais uma recuperação, o piloto madeirense mostrou enorme rapidez, mas numa pista tão sinuosa e que destrói os pneus, foi impossível fazer melhor. E para a quarta e última corrida, o cenário foi exatamente o mesmo, forçando nova recuperação até ao quarto lugar que, caso existissem mais algumas voltas, acabaria com o FRANCISCO ABREU na luta pelo pódio.

 

Apesar de tudo, o fim de semana de Braga acabou com FRANCISCO ABREU a pontuar em todas as corridas, manteve o segundo lugar do campeonato e ainda está na luta pelo título quando vamos para a derradeira jornada do campeonato, no Autódromo Internacional do Algarve nos dias 21 e 22 de outubro.

 

FRANCISCO ABREU“O trabalho do Team Novadriver foi fantástico e, hoje, o carro estava muito melhor. Infelizmente, voltei a falhar o arranque nas duas corridas e não foi possível usar da melhor forma os pneus novos. Fui forçado a duas enormes recuperações e se na primeira corrida do dia pouco havia a fazer, na segunda ficou evidente que tinha ritmo para lutar pela vitória. Se a corrida tivesse mais algumas voltas, certamente que poderia ter dado mais luta aos meus adversários. No final, fica a certeza que pontuámos em todas as corridas e que continuamos na luta pelo título á entrada da última jornada que terá, tal como em Braga, quatro corridas. Há muitos pontos em disputa e acredito que teremos, ainda, uma possibilidade de chegar ao objetivo traçado no início da temporada.”

 

 

Scroll To Top