Domingo , Setembro 23 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Francisco Abreu optimista para o resto da temporada
Francisco Abreu optimista para o resto da temporada

Francisco Abreu optimista para o resto da temporada

 

 

Francisco Abreu teve uma jornada do Campeonato Nacional de Velocidade de Turismo difícil no Autódromo Internacional do Algarve, mas o Campeão Nacional de Velocidade terminou o fim-de-semana com motivos para mostrar-se entusiasmado para o resto da temporada.

 

A ronda algarvia parecia prometer muito, mas tu o Manuel Gião e o Team Novadriver acabaram por ter um fim-de-semana complicado. O que se passou?

Francisco Abreu: Foi um fim-de-semana que começou da melhor forma! Conseguimos afinar muito bem o carro e eu e o Manuel Gião conseguimos prosseguir a nossa adaptação ao Volkswagen Golf, coisa que não tínhamos tido tempo para fazer. Estávamos muito rápidos num circuito muito exigente como é o do Algarve e isso demonstrou que a equipa deu um passo em frente no seu entendimento do carro e que eu e o Manuel estamos mais familiarizados com o Golf.

Contudo, na primeira corrida tivemos um problema com o diferencial que nos obrigou a abandonar e a falhar a segunda corrida do fim-de-semana, uma vez que se disputava logo dez minutos depois. Fizemos apenas seis pontos nestas duas corridas, quando sem grande esforço poderíamos ter feito trinta ou quarenta. Ainda assim, e muito embora tenha arrancado de último, por uma decisão inesperada e comunicada em cima da hora pela organização, e não do segundo lugar que alcancei na qualificação, para a terceira prova do programa, consegui recuperar para quarto e o Manuel subiu ao pódio na quarta, ao cruzar a meta em segundo posto.

 

Os resultados não foram os esperados, dado que vocês sentiam que podiam ir mais além, mas sentes que existem aspectos positivos a retirar do fim-de-semana?

Francisco Abreu: “Sim, claro! Se olharmos para os resultados é evidente que não estamos satisfeitos – estamos no campeonato para vencer. No entanto, e sublinhando que estávamos no Algarve para triunfar, saímos de lá com motivos para ficarmos optimistas. Sentimos que estamos muito próximos de extrair todo o potencial do Volkswagen Golf. A recuperação que fiz e a prestação que o Manuel realizou, que nos garantiu o segundo lugar, assinando a volta mais rápida, provam isso mesmo.

 

Estás agora no quinto lugar Campeonato Nacional de Velocidade de Turismo, quando faltam seis corridas. Acreditas que está ainda na luta pelo ceptro deste ano?

Francisco Abreu: Estamos a vinte e nove pontos dos líderes, quando faltam seis corridas e cento e sessenta pontos por disputar, ainda está muito em jogo. É evidente que o nosso objectivo é estar à frente, mas como já disse, estamos mais fortes que nunca e acredito que temos o andamento, a consistência e os meios técnicos para nos batermos com os nossos adversários, muito embora saibamos que há quatro ou cinco muito fortes. É claro que agora temos que ter fins-de-semana perfeitos, mas penso que todos juntos poderemos alcançar os nossos objectivos. Estou seguro de que terei as condições para poder presentear os meus patrocinadores – Kingtony, Imed, Brisa Maracujá, Nacional da Madeira, C.Santos VP e Diario de Noticias – com mais uma temporada plena de bons resultados.

 

Scroll To Top