Segunda-feira , Dezembro 11 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Furo condicionou resultado de Manuel Castro
Furo condicionou resultado de Manuel Castro

Furo condicionou resultado de Manuel Castro

Foi em Mortágua que decorreu neste passado fim de semana a sexta ronda do Campeonato Nacional de Ralis, com a realização da última prova em pisos de terra desta época.
O Rallye de Mortágua contou com uma lista de inscritos que primou pela qualidade, trazendo muita animação à prova do Clube Automóvel do Centro.
A dupla Manuel Castro e Luís Costa voltaram, a exemplo da edição de 2015, a entender-se muito bem com os duros pisos daquela região e voltaram a fazer uma notável exibição com o seu Skoda Fabia S2000.
Mesmo com um carro menos competitivo que os muito R5 que estiveram presentes em Mortágua, o vimaranense registou bons cronos chegando a rodar muito perto do top 5 da geral! Contudo o resultado final não traduz o andamento evidenciado, já que à 4ª especial do rali, um furo acabou por comprometer a sua prova!
Como salienta Manuel Castro, “o resultado é positivo e dentro dos nossos objectivos! No entanto com o furo na 1ª passagem em Tojeira onde perdemos mais de 2 minutos impossibilitou-nos de fazer um resultado ainda melhor, pois o 6º lugar estava ao nosso alcance!
Entramos bem na 1ª passagem de Mortágua, mas na 2ª onde vínhamos com um ritmo bem mais forte, falho uma travagem, o motor calou-se e perdemos cerca de 20 segundos e a hipótese de fazer um bom tempo!
Na super especial tentamos oferecer espetáculo para a imensa moldura humana presente, fizemos um bom tempo e recuperamos a 8ª posição. Pensamos imprimir um andamento forte para o dia seguinte e assim o tentamos na especial de Tojeira, mas um furo a 8 quilómetros do fim fez-nos perder mais de 2 minutos e cair algumas posições na geral.
Na 2ª passagem pela especial da Tojeira já demonstramos a evolução do nosso ritmo e marcamos um 6º crono. Para a tarde e com os pisos mais duros tentamos não baixar o ritmo, mas de forma a conseguir evitar armadilhas que pudessem comprometer a nossa prova, já que era importante terminar e pontuar! Fizemos bons tempos, terminando a última especial com um 6º lugar e o 8º lugar final é positivo e dentro dos nossos objetivos delineados antes da prova, mas de certa forma com sabor agridoce, já que sem o tempo perdido podíamos ter ido ainda mais além!
Vamos agora preparar as próximas provas em asfalto e tentar manter o nosso S2000 no meio dos mais evoluídos R5”.

 

Scroll To Top