Quinta-feira , Novembro 23 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Haas F1 Team regressa ao Trabalho na Bélgica
Haas F1 Team regressa ao Trabalho na Bélgica

Haas F1 Team regressa ao Trabalho na Bélgica

 

O Grande Prémio da Bélgica é a prova europeia caseira para a Haas Automation

KANNAPOLIS, Carolina do Norte (25 de Agosto de 2016) – Todos aqueles que trabalham no circo do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 tiveram uma pausa de três semanas após o Grande Prémio da Alemanha, que se disputou em Hockenheim no dia 31 de Julho. As férias de Verão permitiram aos elementos das equipas passar tempo com as suas respectivas famílias, o que lhes permitiu recarregar as baterias para o segmento final do calendário de vinte e uma corridas, que se inicia entre os dias 26 e 28 de Agosto com o Grande Prémio da Bélgica, no Circuit de Spa-Francorchamps.

Com 7,004 quilómetros, Spa é o circuito mais longo da Fórmula 1, superiorizando-se neste particular a Baku Circuit Circuit por 1,001 quilómetros. Para além do seu longo perímetro, Spa é conhecida por ser uma pista para pilotos, em parte devido à zona de Eau Rouge e Raidillon, introduzida em 1939, o que criou uma secção rápida a subir, uma esquerda, direita, esquerda uma combinação que os pilotos reverenciam e atacam com gosto.

Spa é palco da Fórmula 1 desde 1925, albergando este ano o seu 49º Grande Prémio. O circuito de dezanove curvas é o favorito para os pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Esteban Gutiérrez. Antes de garantir o seu pódio mais recente, quando terminou no terceiro lugar no Grande Prémio da Bélgica de 2011, Grosjean alcançou o seu título na GP2 Series em 2011 nesta majestosa pista. Gutiérrez, com duas partidas em Spa, assinou algumas boas prestações com a pista molhada, quando visitou o circuito com a GP2 e com a GP3.

Pista molhada é algo de comum em Spa, mas também é usual algumas partes do traçado estarem secas, dado que o seu longo perímetro significa que no final do Verão aguaceiros podem molhar algumas zonas do circuito, enquanto outras permanecem secas. É evidente que os slicks não funcionam no molhado e intermédios e pneus de chuva obviamente não funcionam no seco. É um desafio que muitas vezes se coloca aos pilotos durante o Grande Prémio da Bélgica.

Para dar as boas-vindas a Grosjean, Gutiérrez e todos os membros da Haas F1 Team estará uma larga presença da Haas Automation, uma vez que este circuito é corporativamente o Grande Prémio caseiro da Haas F1 Team.

O seu parceiro principal, o construtor de máquinas CNC americano Haas Automation, tem a sua base europeia estrategicamente colocada em Bruxelas, a cerca de cento e cinquenta quilómetros a oeste de Spa. Isto permite fornecer aos melhores clientes da Haas Automation aplicações e serviço de apoio na indústria. O moderno edifício de 7.787m2 inclui um departamento de serviços e um armazém com uma equipa poliglota treinada pela fábrica e certificada pela Haas. O edifício também incorpora um showroom extenso, onde se podem ver as mais recentes máquinas Haas CNC a realizar demonstrações e a testar aplicações para clientes, para além de ter uma zona de treino completamente equipada, onde os membros da Haas dão formação aos engenheiros dos Haas Factory Outlets (HFO) de toda a Europa. Para facilitar uma entrega rápida em toda a Europa, as instalações de Bruxelas mantêm um inventário de novas máquinas num armazém com mais de 3.000m2, com mais máquina situadas em Antuérpia, onde estão sempre prontas para serem enviadas.

O sistema de distribuição na Europa da Haas Automation é baseado no extremamente bem-sucedido conceito HFO, onde uma rede de distribuidores locais é exclusivamente dedicado às vendas, serviço e apoio aos produtos da Haas. Todos os HFO possuem um departamento de serviços composto por membros treinados pela Haas Automation e alberga um extensivo inventário de peças suplentes. Técnicos são enviados em veículos carregados com peças e ferramentas para reparar com sucesso as máquinas dos clientes rapidamente.

Se esta estrutura parece semelhante à que as equipas de Fórmula 1 realizam diariamente para preparar um Grande Prémio de Fórmula 1, é natural. A ligação entre a Haas F1 Team e a Haas Automation é forte, assim como a sua metodologia. Ambas estarão nos holofotes na Bélgica – na boxe da Haas F1 Team no Circuit Spa-Francorchamps e em Bruxelas, na Haas Automation Europe.

 

Scroll To Top