Domingo , Agosto 20 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Hugo Santos atravessa maré de azar no “Nacional” de Motocross
Hugo Santos atravessa maré de azar no “Nacional” de Motocross

Hugo Santos atravessa maré de azar no “Nacional” de Motocross

Depois dos títulos em 2013, Hugo Santos tem sido vítima de diferentes contratempos que impedem o seu melhor progresso

A equipa Batquipa MXO KTM continua na senda do azar no arranque da temporada de 2014 do Motocross nacional, efeito justificado pelos contratempos “assíduos” que têm afetado o melhor progresso do piloto Hugo Santos, campeão em título, decorridas as duas primeiras jornadas.

 

Depois dos problemas que ditaram os resultados menos bons de Hugo Santos em Freixo de Espada à Cinta, recordando que o piloto de Chaves foi quinto na geral da categoria MX1 e quarto em Elite, também na Marinha das Ondas o lado negro da competição voltou a aparecer e a impedir o “El Toro” de fazer melhor que o terceiro lugar na primeira manga MX1 e o 17.º na final Elite.

 

“Já não sei o que dizer, está a ser um ano para esquecer. Temos trabalhado para estar em bom nível nas corridas, mas os resultados não aparecem e são liquidados por diferentes contratempos. Desta vez, na última corrida, a minha mota ficou sem bateria e não pegou no arranque, tivemos que a trocar e isso custou-me um atraso de quatro voltas para os meus adversários. Fiz de tudo para recuperar ao máximo, mas já era demasiado tarde. Espero que as coisas mudem, estou confiante que vamos voltar aos bons resultados muito em breve”, disse Hugo Santos.

 

Também Diogo Gil se apresentou a evoluir aos comandos da sua KTM 125 SX, ocupando um brilhante quarto lugar na categoria Juniores na Marinha das Ondas.

 

Antes do regresso do “Nacional” de Motocross a Ponte de Sor, no dia 27 de Abril, a Batquipa MXO KTM estará representada por Joaquim Rodrigues e Hugo Santos na Lousã na terceira ronda do Campeonato Nacional de Enduro.

 

Scroll To Top