Sábado , Abril 21 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Início atribulado na Rampa Internacional da Falperra
Início atribulado na Rampa Internacional da Falperra

Início atribulado na Rampa Internacional da Falperra

 
O primeiro dia de competição na 38ª edição da Rampa Internacional da Falperra, ficou marcado pelos problemas surgidos na primeira subida oficial de prova, causados pelo óleo derramado numa larga extensão da pista e em especial na última curva do traçado bracarense, depois de problemas com o Mitsubishi Lancer Evo VI de Manuel Pereira.

A organização, a cargo do Clube Automóvel do Minho, foi forçada a lavar o pavimento, o que criou diversas situações que prejudicaram os pilotos que ainda não haviam completado a prova. As subidas foram depois retomadas para serem de novo suspensas pouco depois, devido a não estarem reunidas as condições mínimas de segurança. Esta situação viria mesmo a forçar o final antecipado desta primeira subida oficial, com a organização a prometer mais informações, para depois da reunião de comissários desportivos entretanto encetada.

Afectadas por este problema, as classificações das Categorias 1; 2; 3; 4; 5 e Taça Nacional TCR/TCS, não foram divulgadas e ficam dependentes da reunião acima citada.

Na Taça Nacional de Montanha 1300 a luta pela primazia está ao rubro, com Armando Freitas em Toyota Starlet e Francisco Leite em Fiat Punto, a entrarem para o segundo dia de provas separados por apenas 108 milésimos. Aos 2:55s608 de Freitas, respondeu Leite com a marca de 2:55s716. Ricardo Sousa é para já o terceiro colocado com o seu Fiat Punto.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, o melhor tempo nesta primeira subida oficial pertenceu a José Pedro Gomes, com o piloto do Ford Escort MKI a registar o tempo de 2:39s320. Na segunda posição ficou Pedro Silva em VW Golf GTi, com mais 6s095 que Gomes. A completar o pódio está para já Jorge Loures e o seu Ford Cortina Lotus. Problemas para Flávio Sainhas, que não completou a sua subida depois de o motor do seu Ford Escort MKI se ter “calado”.

Depois de falhar a primeira subida de treinos do dia de Sábado, Victor Ramos fez 2:41s500 e levou o seu Ford Escort MKI, ao topo da classificação reservada ao Troféu Nacional Clássicos de Montanha. Carlos Oliveira em BMW 323i é nesta altura o segundo classificado, seguido por Luis Sousa em BMW 3.0 CSL.

Depois de dominar a tabela de tempos da Taça Nacional de Clássicos de Montanha, João Peixoto teve problemas com o seu Mini Cooper e não completou a sua primeira subida oficial, com o melhor tempo (3:02s189), a ficar na posse de Tiago Moreira em Datsun 1200. Mais atrás, ficou Domingos Fernandes com o seu pequeno Autobianchi A112.

Programa/Horário:

09.03.2017 – Domingo

07H00 – Fecho da pista
08H30 – Warm Up
10H00 – 3ª Subida de Treinos
11H30 – 2ª Subida Oficial
12H00 – 3ª Subida Oficial

 

Resumo das sessões de treinos:


3º Subida de treinos

A terceira sessão de treinos para a Rampa da Falperra decorreu sem chuva, mas com o piso ainda algo traiçoeiro com zonas ainda húmidas. Indiferente as estas condições difíceis, Pedro Salvador e o pequeno Silver Car EF10 da Categoria 1, encabeçaram a tabela de tempos absolutos do Campeonato Nacional Montanha Valvoline. Rui Ramalho ficou com a segunda posição ao volante do seu Osella PA2000 Evo.

José Correia e o Nissan GT-R GT3 voltaram a ser o conjunto mais rápido na Categoria 2, assumindo-se como o binómio a bater nesta prova. Mais atrás, Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3 Cup) foi o segundo mais lesto. A Categoria 3 mostra-se como uma das mais animadas, sendo desta vez Carlos Luis (SEAT Leon TDi) o mais rápido na frente de Pedro Coelho Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX.

Líder da Categoria 4 em todas as sessões até esta altura, Manuel Correia voltou a ser o melhor ao volante do bonito Ford Fiesta R5+, batendo Manuel Pereira em Mitsubishi Lancer Evo VI. Luis Nunes (SEAT Leon) e Joaquim Teixeira (Megane Trophy), continuaram o seu intenso duelo pela posição de mais rápido na Categoria 5, sendo desta feita Nunes a levar a melhor.

Cada vez mais à vontade com o Audi S3 TCR, Patrick Cunha continua a dominar na Taça Nacional TCR/TCS, suplantado mais uma vez Miguel Lobo em SEAT Leon TCR. Armando Freitas (Toyota Starlet) e Francisco Leite (Fiat Punto) voltaram a trocar de posições na Taça Nacional de Montanha 1300, com Freitas a ser desta vez o melhor.

Depois de ter estado ausente na primeira subida, José Pedro Gomes em Ford Escort MKI foi o mais rápido no Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, secundado por Pedro Silva em VW Golf GTi. No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, foi a vez de Victor Ramos (Ford Escort MKI), ser o mais rápido na frente de Carlos Oliveira em BMW 323i.

Com um Mini Cooper, João Peixoto foi o melhor na Taça Nacional de Clássicos de Montanha 1300, deixando Domingos Fernandes (Autobianchi A112) na segunda posição.


2º Subida de treinos

Os tempos obtidos na segunda subida de treinos da Rampa da Falperra ficaram condicionados pela chuva que caiu em alguns pontos do traçado antes do início desta sessão. Desta feita, o mais rápido no Campeonato Nacional de Montanha Valvoline e na Categoria 1, foi Pedro Salvador em Silver Car EF10, numa inversão de posições com Rui Ramalho (Osella PA2000 Evo), em relação ao primeiro treino deste dia de Sábado.

José Correia voltou a liderar a Categoria 2, com o homem do Nissan GT-R GT3 a bater mais uma vez Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup. Na categoria 3 o mais rápido foi Pedro Coelho Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, seguido por Sérgio Nogueira em Citroën Saxo.

Manuel Correia e José Silvino Pires (Ford Escort WRC) voltaram a ditar leis na Categoria 4, com vantagem para o homem que tripula um Ford Fiesta R5+. Joaquim Teixeira (Megane Trophy) foi o mais rápido na Categoria 5, com Luis Nunes (SEAT Leon) na segunda posição da tabela de tempos.

Na Taça Nacional TCR/TCS, o Audi S3 de Patrick Cunha voltou a ser o mais rápido com o seu Audi S3 TCR, na frente de Miguel Lobo em SEAT Leon TCR.  Na Taça Nacional de Montanha 1300, Francisco Leite em Fiat Punto, bateu o Toyota Starlet de Armando Freitas, sendo mais rápido nesta subida

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Jorge Loures (Ford Cortina Lotus) e Pedro Silva (VW Golf GTi) trocaram de posições, com Loures a ser agora o mais rápido, enquanto no Troféu Nacional Clássicos de Montanha, Carlos Oliveira em BMW 323i voltou a ser o mais rápido, novamente secundado por Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII.

João Peixoto (Mini Cooper) continua a liderar na Taça Nacional de Clássicos de Montanha 1300, com Domingos Fernandes (Autobianchi A112) na segunda posição.


1º Subida de treinos

Finalizada a primeira subida de treinos do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, com o traçado a mostrar-se na generalidade seco, a melhor marca em termos absolutos foi para Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo. O piloto do Porto lidero u igualmente a Categoria 1, seguido por Pedro Salvador em Silver Car EF10 e João Fonseca em BRC CM05 Evo.

Na Categoria 2 foi José Correia a impor o seu imponente Nissan GT-R GT3, com Gonçalo Manahu a colocar o seu Porsche 997 GT3 Cup na segunda posição. O mais lesto na Categoria 3 foi Carlos Luis em SEAT Leon TDi, seguido por Ramiro Brito em Mitsubishi Lancer Evo X.

Com um Ford Fiesta R5+, Manuel Correia foi o mais rápido na Categoria 4, na frente de José Silvino Pires em Ford Escort WRC. Luis Nunes e o SEAT Leon MKIII lideraram a Categoria 5, com Joaquim Teixeira a ser o segundo mais rápido com o seu Renault Megane Trophy.

Na Taça Nacional TCR/TCS Patrick Cunha foi o mais rápido com o seu Audi S3 TCR, na frente de Miguel Lobo em SEAT Leon TCR.  No que diz respeito à Taça Nacional de Montanha 1300, o Toyota Starlet de Armando Freitas foi o mais rápido seguido por Ricardo Sousa em Fiat Punto.

Pedro Silva impôs o seu VW Golf GTi no Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, com Jorge Loures a ser o segundo com um Ford Cortina Lotus. Já no Troféu Nacional Clássicos de Montanha, Carlos Oliveira em BMW 323i é para já o mais rápido seguido por Fernando Salgueiro (Ford Escort MKII).

No que diz respeito à Taça Nacional de Clássicos de Montanha 1300, João Peixoto foi o melhor ao volante do seu Mini Cooper S.

Programa/Horário:

09.03.2017 – Domingo

07H00 – Fecho da pista
08H30 – Warm Up
10H00 – 3ª Subida de Treinos
11H30 – 2ª Subida Oficial
12H00 – 3ª Subida Oficial

 

 
Fotos | Foto GTi e Pedro Ferreira

 

Scroll To Top