Segunda-feira , Julho 16 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / João Rato leva Vangest JH 12 às pistas algarvias
João Rato leva Vangest JH 12 às pistas algarvias

João Rato leva Vangest JH 12 às pistas algarvias

 

 

João Rato vai pilotar o Vangest JH12 na Baja de Loulé, a prova de abertura da temporada de Todo-o-Terreno para a competição auto. O piloto alentejano, que será navegado na prova algarvia por Vitor Hugo, trás assim de regresso às competições uma máquina “Made in Portugal” que tem sido habitualmente pilotada por Carlos Oliveira. Uma participação que surge depois de em 2014 João Rato ter acompanhado Rita Oliveira na sua estreia como piloto nos SSV, modalidade onde viria a conquistar dois títulos nacionais.

 

João Rato, que posteriormente a essa prestação como navegador conquistou o Desafio Mazda em 2015, está encantado com este novo desafio: “O Vangest JH12 é um veículo pensado e feito para competição. Dispõe de um chassis tubular e caixa sequencial em tudo diferente dos veículos de série que tenho pilotado. É um carro pensado para competir. Estou muito satisfeito por o poder pilotar numa Baja do campeonato nacional. Já fiz alguns quilómetros de testes, mas ainda estou longe de me sentir familiarizado com a sua condução” salienta João Rato que acrescenta:

 

“O meu objetivo é essencialmente terminar, desfrutar desta excelente máquina e tirar o melhor partido possível dela. Estou confiante que com o passar dos quilómetros a prestação também irá evoluir, mas não vou à procura de nenhum resultado especifico. Vou, como sempre, tentar fazer o meu melhor. Foi assim em 2014 ao lado da Rita e em 2015 quando conquistei pela terceira vez o Desafio Mazda”.

 

O Vangest JH12 nasceu na Marinha Grande, com a tecnologia Vangest e o traço da Grandesign. Um TT então destinado a ser tripulado por Carlos Oliveira com a navegação a ser alternada pelas suas filhas Ana e Rita Oliveira. Uma máquina que era o orgulho de um grupo de trabalho totalmente português virado para as tecnologias do futuro. O Vangest JH12 by Grandesign é um4x4 de chassis tubular, caixa de velocidades Sadev que monta um motor diesel BMW de 3,0 litros biturbo, capaz de debitar 280 cavalos de potência.

 

A Baja de Loulé começa desportivamente na 6ª feira com uma dupla passagem pelo prólogo seguida de um troço seletivo de 82 quilómetros. A corrida prossegue no sábado com mais dois setores seletivos. No total serão perto de três centenas de quilómetros cronometrados.

 

Scroll To Top