Segunda-feira , Outubro 16 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / João Ruivo quer continuar a vencer no CNR2
João Ruivo quer continuar a vencer no CNR2

João Ruivo quer continuar a vencer no CNR2

Depois da importante vitória em Fafe, no Campeonato Nacional de Ralis – 2 Rodas Motrizes, João Ruivo e Emídio Magalhães preparam-se agora para nova jornada, desta vez em Guimarães.
Nos dias 10 e 11 de Abril, a cidade berço recebe a segunda prova do calendário 2015, onde o piloto de Famalicão, atualmente a residir em Guimarães, joga em casa, querendo por isso estar novamente na primeira linha para vencer na sua categoria.
Agora os pisos alteraram, passando a ser asfalto na prova do Targa Clube, enquanto os de Fafe foram em terra. Isto vai obrigar a nova adaptação, nada que preocupe João Ruivo, que depois da excelente estreia aos comandos do Renault Clio R3, por certo que adotará a melhor estratégia para mais este compromisso, sabendo, naturalmente, que a concorrência é forte: “Estamos com boas perspetivas para esta prova, ou seja, semelhantes às de Fafe. Depois da vitória na primeira prova queremos, acima de tudo, manter a liderança do campeonato. Para isto, sabemos que temos que fazer um rali ao ataque para recolher o máximo de pontos”, refere inicialmente João Ruivo, que esteve recentemente em testes em Cabeceiras de Basto: “Já sabemos que o carro em pisos de asfalto é mais exigente, mas também é muito competitivo e capaz de nos proporcionar todas as condições para vencermos de novo. Aproveito ainda para agradecer à Câmara de Cabeceiras de Basto todas as facilidades que nos foram concedidas para a sessão de testes que fizemos”.
Apesar da confiança total demonstrada, João Ruivo é também cauteloso no seu discurso: “Acreditamos que estamos competitivos, mas sabemos também que os nossos adversários também o vão ser para tentarem recuperar. Conseguimos colocar o carro mais ao nosso gosto neste teste em piso seco, apesar de poder chover no rali. Se isto acontecer, podemos ter alguma desvantagem, mas nós e a equipa vamos, por certo, ultrapassar esta possível dificuldade. Estamos a correr em «casa» e isto também nos vai ajudar”, concluiu.
A prova arranca com uma Super-Especial no centro de Guimarães, no dia 10 de Abril. No dia seguinte, os concorrentes têm à sua espera uma primeira secção com três passagens pela especial Rota da Cutelarias (10,20 km), e duas pela especial Citânia de Briteiros (16,00 km). De tarde, o local de eleição é a Penha com duas passagens pelo troço Serra da Penha (13,52 km), duas também pela classificativa de São Torcato (7, 60 km). Juntam-se ainda mais duas passagens pelo troço de Santuário da Penha (6,85 km).

 

Scroll To Top