Terça-feira , Agosto 21 2018
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / José Luis Pereira sentiu-se injustiçado
José Luis Pereira sentiu-se injustiçado

José Luis Pereira sentiu-se injustiçado

Nem tudo esteve pelo melhor, para o famalicense José Luís Pereira, na jornada inaugural do

Campeonato de Portugal de Ralicross, que se disputou no Eurocircuito de Lousada, no passado fim de semana.

Nos treinos oficiais, o piloto do Seraical Team, conquistou a terceira posição, no mesmo segundo do piloto mais rápido.

Tudo parecia estar a correr bem. Na primeira corrida de qualificação, José Luís Pereira termina no terceiro posto, entre 16 pilotos. Contudo, terminada essa corrida, José Luís viu uma penalização ser-lhe aplicada, por condução antidesportiva. Passou de terceiro, para 12º.

“Senti-me injustiçado, pois continuo a pensar que não fiz nada que justificasse essa penalização. Tenho sido vitima de vários toques e empurrões, como aconteceu no ano passado, e nunca ninguém foi penalizado por isso”, confessou José Luís Pereira. Um intervalo e concluiu. “Fiquei demasiado abalado com esta situação, que considero muito injusta, e optei por desistir desta prova, pois não tinha força anímica para continuar”.

Depois da prova, foi ponderada a não continuação no Campeonato. Porém, tanto o piloto, José Luís Pereira, como a equipa, Seraical Team, não têm no seu vocabulário a palavra “desistir”. Assim, há que contar com o Seraical Team e o seu piloto, José Luís Pereira, ainda mais fortes nas próximas provas. Deseja-se, somente, que tudo decorra dentro da normalidade.

A próxima prova é já nos dias 5 e 6 de maio, no Ralicross Vila de Mação.

 

Scroll To Top