Quarta-feira , Dezembro 13 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / José Rodrigues com pódio retirado em Jerez de La Frontera no Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos
José Rodrigues com pódio retirado em Jerez de La Frontera no Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos

José Rodrigues com pódio retirado em Jerez de La Frontera no Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos

 

Não foi a presença desejada de José Rodrigues em Jerez de La Frontera, palco de mais uma jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos este fim-de-semana, pois o conjunto de resultados foi o possível.
Mesmo assim, apesar de alguns contratempos, o piloto de Braga conseguiu ir ao pódio na segunda corrida, mas viria a ser penalizado, enquanto na primeira, foi quarto entre os concorrentes portugueses presentes. Esta presença na única prova fora do país da principal competição do automobilismo de velocidade português, ficou marcada bem cedo, por um acidente.
Não foi, assim, um início de jornada fácil para José Rodrigues, pois nas sessões de treinos livres não evitou uma saída de pista quando seguia a uma grande velocidade: “Numa curva rápida, o carro pisou uma parte com gravilha e entrou em despiste. Ainda tentei tudo, mas fui bater uma barreira de pneus”, explicou. Com isto, apenas fez uma sessão de qualificação, mas o carro apresentava danos que se prolongaram por todo o fim-de-semana. Na primeira corrida, arrancou bem, ganhando de imediato três posições: “Enquanto o ritmo da corrida estava lento, andei sempre em disputa com os meus adversários. Contudo, com o passar do tempo, com os problemas do embate dos treinos livres, nomeadamente com o eixo de trás empenado, começou a ser impossível acompanhar os mais rápidos. De qualquer forma, ainda recolhi pontos importantes para o Campeonato”.
Na segunda corrida, com os problemas ainda no seu carro, José Rodrigues fez tudo o que estava ao seu alcance e cortou mesmo a meta no terceiro lugar, mas mais tarde sofreu uma penalização de 30 segundos: “Arranquei muito bem e cheguei mesmo a liderar entre os portugueses. No entanto, com os problemas no eixo traseiro, era muito complicado segurar a posição”, referiu o piloto, acrescentando: “Comecei a perder, naturalmente, terreno, mas mesmo assim cortei a meta em terceiro. Fiquei muito satisfeito, mas logo a seguir chamaram-me ao Colégio de Comissários e informaram-me que tinha excedido os cinco minutos para troca de pneus na grelha de partida. Verifiquei que outros pilotos estiveram na mesma situação, e não foram penalizados”.
Mesmo assim, José Rodrigues retirou algumas coisa positivas num fim de semana muito complicado: “Com o carro totalmente desalinhado, consegui rodar muito bem nas corridas, mas foi pena o desfecho final”, concluiu o piloto com o apoio do Sport Lisboa e Benfica, BP Ultimate, Aurecom, McDonald`s Braga, Inimigo, Inpressionante, General Autocentro, Pronto – Lojas de Conveniência, Rodareas, e Camac

 

Scroll To Top