Domingo , Setembro 24 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / José Rodrigues termina com um pódio o Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos 2016
José Rodrigues termina com um pódio o Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos 2016

José Rodrigues termina com um pódio o Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos 2016

 

Não foi de todo o final aguardado do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016, que José Rodrigues ansiava, pois não conseguiu chegar ao titulo nacional, mas ainda conseguiu ir ao pódio.
Esta última jornada era constituída por quatro corridas sprint e as duas primeiras foram madrastas para o piloto de Braga que foi afetado pelos pneus utilizados e pelas condições climatéricas, bem como a derradeira, onde sofreu um furo quanto lutava pela liderança da corrida.
Na primeira prova, visto que a pista apresentava algumas partes secas, a aposta foi em pneus slicks, mas ao longo da corrida o traçado não secou. Assim, José Rodrigues fez um esforço enorme para andar no grupo da frente. Arrancou bem, como sempre, mas foi perdendo terreno, para além de ser vitima de um toque entre dois adversários, e terminou em sétimo: “Foi uma aposta arriscada, pois fui o único que arranquei com pneus de seco. A pista não secou, o carro tornou-se inguiável, e foi um milagre terminar”, explicou o piloto, que cortou a meta em sétimo.
Na segunda corrida, já com os pneus para piso molhado, voltou a partir bem, mas como os seus pneus de chuva ainda não tinham rodado, ao contrário dos seus adversários, voltou a ter dificuldades de aderência. De qualquer forma, ainda andou em terceiro, mas no final ficou com a sexta posição “Trocámos para pneus de chuva, mas como não chegaram à temperatura ideal, pelo fato de não terem feito a primeira corrida, nunca chegaram à temperatura ideal e voltou a ser uma tarefa complicada”, explicou José Rodrigues, que desta vez foi sexto.
A terceira visita à pista, as coisas já foram diferentes, pois o piloto bracarense foi o terceiro classificado. Mais uma vez com uma boa partida, rapidamente se colocou no terceiro posto. Ao longo de toda a prova tentou ir mais além, mas não foi possível, assegurando, contudo, uma presença no pódio: “Foi a única corrida sem grande contratemos. No entanto, para as duas últimas provas, só me restava disfrutar”, esclareceu.
Na derradeira visita à pista do Estoril deste ano, José Rodrigues voltou a estar em destaque, pois rapidamente assumiu a segunda posição, sempre à espreita da oportunidade de poder saltar para a liderança. Rodou muito tempo neste lugar, até que sofreu um furo. Teve que entrar nas boxes, e o objetivo de estar no pódio esfumou-se com esta falta de sorte, terminando em oitavo: “Foi o culminar de um fim de semana muito azarado. No entanto, mostrei que, sem problemas, estou nos mais rápidos e foi pena os problemas que sofri, porque senão estaria a comemorar um lugar alto que o quarto em que fiquei na classificação final do campeonato”, concluiu o piloto com o apoio do Sport Lisboa e Benfica, BP Ultimate, Aurecom, McDonald`s Braga, Inimigo, Inpressionante, General Autocentro, Pronto – Lojas de Conveniência, Rodareas, Camac e Raceland

 

Scroll To Top