Sexta-feira , Setembro 21 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Kevin Magnussen na Haas F1 Team ao lado de Grosjean
Kevin Magnussen na Haas F1 Team ao lado de Grosjean

Kevin Magnussen na Haas F1 Team ao lado de Grosjean

A Haas F1 Team, a primeira equipa de Fórmula 1 em trinta anos, assinou com Kevin Magnussen para que este pilote ao lado de Romain Grosjean ao longo do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2017. Magnussen, nascido há 24 anos em Roskilde, Dinamarca, chega à Haas F1 Team com dois anos de experiência na Fórmula 1 – um com a McLaren, em 2014, e um com a Renault, em 2016. Magnussen concluiu a sua corrida de estreia na Fórmula 1 num impressionantee segundo lugar, no Grande Prémio da Austrália em 2014. Marcou sessenta e dois pontos nos trinta e oito Grandes Prémios que disputou até ao Grande Prémio do Brasil, que se realiza no Autódromo José Carlos Pace no próximo domingo.

“Desde que começámos a pensar em pilotos que o Kevin Magnussen está na nossa lista”, disse Gene Haas, o fundador e o presidente da Haas F1 Team. “Ele conquistou bastante num curto período de tempo e sentimos que pode alcançar ainda mais connosco. A nossa segunda temporada trar-nos-á diferentes desafios e sentimos que a dupla Kevin e Romain ajudar-no-á a desenvolver o nosso carro e o nosso crescimento”.

Quero agradecer ao Esteban Gutiérrez por todos os seus esforços. Ele foi determinante para o nosso primeiro ano na Fórmula 1 e estamos ansiosos para que ele e Romain terminem a temporada em alta.”

“Esta é uma oportunidade fantástica e estou muito satisfeito por fazer parte da Haas F1 Team”, disse Magnussen. “Obviamente, estou confiante nas minhas capacidades enquanto piloto de Fórmula 1, mas estou também confiante do que a Haas F1 Team poderá fazer na sua segunda temporada de Fórmula 1 e seguintes. O Gene Haas chegou à Fórmula 1 com uma visão forte e com uma forma distinta de fazer as coisas. Está a fazer com que tudo funcione e que funcione bem. Tenho uma boa forma de avaliar e estou ansioso por poder sentar-me ao volante do carro do ano que vem, o Haas VF-17”.

Grosjean ingressou na Haas F1 Team em 2016 depois de cinco temporada com a Lotus F1 Team. O piloto de trinta anos completou já a sua centésima primeira corrida de Fórmula 1 e conquistou dez pódios, exibindo trezentos e dezasseis pontos no seu currículo. Marcou todos os vinte e nove pontos da Haas F1 Team, colocando a equipa no oitavo lugar do Campeonato de Construtores, quando faltam disputar duas corridas da sua época de estreia.

“Há pouco mais de um ano tomei a minha decisão de vir para a Haas F1 Team e foi a melhor decisão que poderia tomar”, disse Grosjean. “Estou muito orgulhoso por fazer parte do desenvolvimento desta equipa e estou muito satisfeito por podermos continuar a crescer e a alcançar mais sucessos nos próximos anos.”

“Queríamos um piloto experiente, capaz de desenvolver o nosso carro e a nossa equipa numa que pudesse marcar pontos e melhorar em cada Grande Prémio da temporada. O Romain realizou um excelente trabalho e foi preponderante para garantir o respeito e a legitimidade para a Haas F1 Team”, disse Haas. “Apontámos novos objectivos para a próxima temporada, com um novo carro e um novo regulamento, e a sua liderança de veterano será novamente valiosa”.

“Como uma nova equipa com um novo carro e novos membros, foi incrivelmente importante ter feedback detalhado e com autoridade do nosso carro e dos nosso métodos para que pudéssemos melhorar. O Romain trouxe-nos experiência à nossa equipa e foi instrumental para que chegássemos onde estamos hoje”, acrescentou Guenther Steiner, o chefe de equipa da Haas F1 Team. “Este crédito tem também que ser assacado ao Esteban Gutiérrez, graças a todo o seu trabalho. O seu período com a Ferrari foi muito benéfico, dado que nos ajudou a adaptar-nos aos métodos e a tirar o máximo de partido da nossa parceria com a Ferrari. Ele e o Romain puxaram um pelo outro em pista e juntos são responsáveis pelo sucesso que a nossa equipa teve na sua primeira temporada”.

 

Scroll To Top