Quarta-feira , Agosto 22 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / KRIS MEEKE DÁ NOVA VITÓRIA AO CITROËN C3 WRC NO RALI DE ESPANHA
KRIS MEEKE DÁ NOVA VITÓRIA AO CITROËN C3 WRC  NO RALI DE ESPANHA

KRIS MEEKE DÁ NOVA VITÓRIA AO CITROËN C3 WRC NO RALI DE ESPANHA

 Autores de 5 melhores tempos em 6 especiais, Kris Meeke e Paul Nagle mantiveram o seu domínio na última etapa do Rali de Espanha, dando, com isso, a segunda vitória ao Citroën C3 WRC na presente temporada.
Graças à 6ª posição de Stéphane Lefebvre e Gabin Moreau, a Citroën Total Abu Dhabi WRT somou, no final deste rali, o melhor conjunto de pontos de entre todos os Construtores.

  • A última Etapa do Rali da Espanha compôs-se de 6 Especiais. Para uma dupla passagem por Albiol, Riudecanyes e Santa Marina, encadeada e sem assistência intermédia, os pilotos da Citroën Total Abu Dhabi WRT levaram consigo 5 pneus Michelin Pilot Sport duros.
  • Disputada ainda durante a noite e sob condições que Kris Meeke aprecia particularmente, a primeira Especial deste último dia sorriu-lhe, com o britânico a registar o tempo mais rápido.
  • Repetindo o feito nas duas Especiais seguintes, Meeke aumentou a diferença para Sébastien Ogier e Ott Tanak, terminando a primeira volta com uma margem de 23,9 segundo sobre o piloto francês, o seu adversário mais directo.
  • Capitalizando sobre a experiência do dia anterior, Stéphane Lefebvre elevou o seu nível de jogo, exercendo pressão sobre Mads Østberg. Empatando na ES14, em seguida, Lefebvre foi depois mais rápido nas duas Especiais seguintes, podendo ainda aproveitar as desistências de Lappi e de Neuville, ambos apanhados nas rasteiras do percurso catalão, ascendendo ao 6º lugar, 16 segundos atrás de Østberg. Mas o jovem francês não poderia lutar até final, pois na ES17 deparou-se com problemas hidráulicos, somando-se uma falha nas comunicações, pelo que preferiu defender o seu 6º lugar final.
  • Entretanto, Meeke continuava com o seu show de condução, com dois novos melhores tempos na ES17 e ES18. Já na Power Stage levantou um pouco o pé para não arriscar, ainda assim assinando o 2º melhor tempo, para terminar o rali 28 segundos à frente de Ogier e 33 de Tanak.
  • Kris Meeke e Paul Nagle deram, assim, a 2ª vitória ao C3 WRC, depois da conquistada no México (em março último), sendo também a 5ª na sua carreira, depois dos sucessos nos ralis da Argentina (2015), Portugal e Finlândia (2016) e México (2017) e a… 98ª da Citroen no WRC!
  • Autor de uma prova regular, Khalid Al Qassimi trouxe até final do Rali de Espanha o terceiro Citroën C3 WRC. Cada vez mais adaptado aos pisos em asfalto, o piloto de Abu Dhabi terminou no 17º lugar final.

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

YVES MATTON: “Obviamente que é uma alegria muito grande para a Citroën Racing como um todo, quer se trate da equipa no terreno ou dos colaboradores que trabalham nos bastidores, no centro técnico de Versalhes. Ao longo dos últimos meses, todos temos envidado enormes esforços para melhorar o potencial do Citroën C3 WRC, de modo a dar às nossas equipas o melhor material. Este fim de semana, o Kris e o Paul demonstraram a sua performance na terra, antes de tomar o pulso e dominar no asfalto. É uma vitória de equipa particularmente bem sucedida, permitindo-nos atingir alguns dos nossos objectivos definidos para este final da temporada. Parabéns, também, para o Stéphane e o Gabin, que completaram o resultado global, permitindo que a Citroën Total Abu Dhabi WRT fosse a equipa que mais pontos somou no fim de semana.”

 

KRIS MEEKE: “Foi um final de semana excepcional. Após a nossa vitória no Rali do México, conhecemos tempos difíceis, que iam aliviando pelos resultados do trabalho duro que ia sendo realizado. Sabíamos que o carro tinha um nível muito elevado de performance no asfalto, algo que confirmámos desde ontem. Esta vitória demonstra a qualidade do trabalho da equipa e é um enorme ‘boost’ de confiança para o futuro.”

 

STÉPHANE LEFEBVRE: “Tentámos atacar e ganhámos algum tempo ao Mads Østberg na primeira ronda, mas depois tornou-se complicado com os problemas hidráulicos e com a falha de intercomunicadores. Portanto, assegurei a minha posição e este 6º lugar é satisfatório, tendo em conta o meu pouco conhecimento do terreno. É um resultado que coloco na mesma linha do meu top 5 na Polónia. Gradualmente, a experiência tem-me permitido progredir e espero ser capaz de confirmar isso no futuro. Parabéns ao Kris e ao Paul por esta vitória, num resultado que é muito bom para toda a equipa.”

 

KHALID AL QASSIMI: “Foi um dia muito bom. Ao longo dos quilómetros, a condução tornou-se cada vez mais divertida e estou muito satisfeito com os progressos realizados no Citroën C3 WRC. Mas a minha maior alegria vem da vitória do Kris Meeke. Ele fez um rali fantástico neste fim de semana, num grande momento para todos nós e um grande orgulho para ver a marca Abu Dhabi em destaque neste resultado.”


 

CLASSIFICAÇÃO FINAL (provisória)

 

1º Meeke / Nagle (Citroën C3 WRC) 3h01’21’’1

2º Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) +28’’0

3º Tanak / Jarveoja (Ford Fiesta WRC) +33’’0

4º Hanninen / Lindstrom (Toyota Yaris WRC) +54’’1

5º Ostberg / Eriksen (Ford Fiesta WRC) +2’26’’2

6º Lefebvre / Moreau (Citroën C3 WRC) +2’43’’0

7º Evans / Barritt (Ford Fiesta WRC) +4’37’’4

8º Suninen / Markkula (Ford Fiesta R5) +8’22’’7

9º Kopecky / Dresler (Skoda Fabia R5) +8’54’’5

10º Veiby / Skjaermoen (Skoda Fabia R5) +9’04’’8

17º Al Qassimi / Patterson (Citroën C3 WRC) +15’14’’8

 

Scroll To Top