Sexta-feira , Dezembro 15 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Loeb: “Fiquei surpreso e algo desapontado!” (por Carlos da Silva)
Loeb: “Fiquei surpreso e algo desapontado!” (por Carlos da Silva)

Loeb: “Fiquei surpreso e algo desapontado!” (por Carlos da Silva)

 

Para muitos, Sebastien Loeb e a Citroën é como Paris e a Torre Eiffel: inseparáveis! Passados 15 anos com fortes ligações à marca francesa onde a conquista de 9 títulos de campeão do Mundo de Ralis sem esquecer o título na JWRC em 2001, “L’énfant Terrible” viu esta ligação se interromper prematuramente face a decisão da Citroen Racing em manter apenas o argentino Jose Maria Lopez e o françês Yvan Muller no WTCC. Numa longa entrevista concedida ao jornal Dernières Nouvelles d’Alsace (DNA) Loeb afirmou que está decepcionado por esta surpreendente decisão a qual não estava associado, mas que não pretende se alimentar desta “amargura” e se concentrar no seu futuro, que se segue nas “pistas” sul-americanas do Dakar.

“Não foi a minha decisão, indo contra a corrente da declaração oficial, digamos mais consensual no seu conteúdo, quando a equipa soube que eu estava surpreso e um pouco decepcionado. Lembro-me que fui eu quem convenceu a Citroën para ir no WTCC. Tinha em mente um período de três anos: os dois primeiros para aprender e vencer algumas corridas e em 2016 lutar pelo título. Eu não estou muito longe do melhor. No entanto este desafio valeu bem a pena. Mas a Citroën não entendeu da mesma forma. Foi o Yves Matton (o atual Director desportivo da Citroen Racing), que me anunciou a decisão da equipa na última corrida na Tailândia há duas semanas atrás. Mas já antes disso, eu já tinha ouvido falar neste assunto… Eu entendo que a decisão foi tomada por altos cargos do Grupo (PSA) mas eu não tive nenhuma discussão com a administração. Vou tentar terminar a minha ligação com a PSA com uma nota elevada e os provar que fizeram a escolha errada. Pela primeira vez na minha carreira, estou totalmente livre no final de uma temporada. E eu tenho um monte de novos projetos. O primeiro deles é com “Blues” (leia-se Peugeot) portanto, localizado na América do Sul no início de janeiro nas pistas do Dakar.”

Photo source: (C) elcuentakilometros.com

 

Scroll To Top