Domingo , Outubro 21 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Luís Bacelo abençoado em Espite
Luís Bacelo abençoado em Espite

Luís Bacelo abençoado em Espite

Ourém é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito de Santarém, na região do Centro do país e Espite é a sua freguesia mais pequena… com cerca de 20Km2 e 1000 habitantes. Esta bonita e pacata aldeia tem uma associação de jovens dinâmicos que se lançaram no desafio de organizar uma etapa do Campeonato nacional de Trial 4×4… e assim, a prova aconteceu na encosta da Freiria, que o Espite aventura transformou num verdadeiro anfiteatro natural. Seria natural que na estreia nem tudo fosse perfeito, mas a verdade é que a organização do Espite Aventura convenceu, a pista conquistou público e equipas e a 6-ª e penúltima prova da competição foi um verdadeiro sucesso.

Do lado do clube organizador estiveram desde o início autarquia e junta de freguesia que incentivaram e tudo fizeram para que a freguesia mais pequena do concelho organizasse uma das jornadas mais memoráveis da época.

Bacelo vence, mas Querido é campeão

Estreou o carro já no decorrer desta época, em Gondomar, e em Espite subiu ao lugar mais alto do pódio…e logo em termos absolutos. Luís Bacelo (Oficina Bacelo) completou 12 voltas à pista, sendo assim o vencedor em termos gerais desta etapa.

Depois de 6 provas, Rui Querido (Euro4x4parts/Veicomer) está na frente da classificação geral, com mais 25 pontos do que o segundo classificado, Cláudio Ferreira (Auto Higino). Tendo em conta que falta apenas uma prova para terminar o campeonato, Rui Querido é, matematicamente, campeão absoluto de trial 4×4, tendo apenas de alinhar na grelha de partida na última prova, em Gandra.

Vencedor estreante na Extreme

Emanuel Pires (Electro Auto Pires) foi o vencedor da classe Extreme. Mais uma equipa a estrear-se no lugar mais alto do pódio. Em 2:52:14.201 completou 8 voltas ao circuito, as mesmas do que o segundo classificado António Silva (Canelas Pneus) , mas em menos 4 minutos e 50 segundos.

António Silva ocupou então o segundo lugar do pódio num dia em que a Toyota Hilux não deu problemas, excetuando um furo.

Já António Calçada (NordHigiene team) teve alguns problemas, nomeadamente umas cambalhotas e problemas com o guincho dianteiro e terminou a prova 40 minutos mais cedo

Quando estão cumpridas 6 provas, Pedro Alves (MonsTTer/Cistus) continua a liderar a classificação da Extreme com mais um ponto do que António Calçada e António Silva, ambos com 100 pontos.

Bacelo vence classe Proto

Ao vencer em termos gerais, Luis Bacelo venceu também, naturalmente, a classe Proto.

Rui Querido e Ivo Mendes tiveram um dia muito difícil. Além dos problemas mecânicos, corriam com o peso do desaparecimento de um navegador conhecido desta modalidade, Nuno Graça, que foi, com Rui Querido, campeão nacional em 2014. Apesar de tudo, conquistaram o segundo lugar da classe Proto e também em termos absolutos, atingindo o principal objetivo da época.

Em terceiro terminou mais uma vez Álvaro Alves (Dream car) que mais uma vez teve muitas avarias, nomeadamente o amortecedor, quase logo no arranque, ficando obrigando a uma condução muito controlada. Ainda teve problemas com a caixa de velocidades e por isso o bronze acaba por saber a ouro.

Nas contas do campeonato, Rui Querido é também o líder da classe Proto com mais 16 pontos do que Álvaro Alves.

Terceira vitória da Campeonato a Cláudio Ferreira

Na categoria Super Proto Cláudio Ferreira até começou a etapa de Ourém com um grande azar, mas conquistou a terceira vitória da temporada e garantiu, matematicamente o título de campeão nacional de trial da classe super proto.

Sérgio Ferreira (S & J Team) capotou logo na primeira volta e daí resultaram problemas com o radiador. Mesmo assim a equipa da Madeira recuperou muito bem e conseguiu completar 9 voltas à pista.

A completar o pódio da Super Proto ficou Claudio Amarilio (Bar Amarilio), com 7 voltas ao circuito.

5 vitórias em 6 possíveis

Em Espite a classe de Promoção assistiu à luta do costume: João Fernandes (Jovi Team) e João Vicente (Santerchips/Am turbocharger/Jot4x) lutaram até à bandeirada xadrez pela vitória. Pela quinta vez esta época levou a melhor João Fernandes, com uma volta de vantagem.

João Vicente teve problemas com o guincho e teve de parar na boxe para reparar… tendo em conta que a pista da promoção estava rápida, o tempo perdido fez-lhe falta na luta pelo ouro

Em terceiro da Promoção, ficou o estreante Emanuel Luz (Repower team 4×4). O piloto de Abrantes veio experimentar o Campeonato e sai de Ourém com nota positiva.

Quando falta uma prova para terminar o Campeonato, João Fernandes lidera a classificação com mais 14 pontos do que João Vicente.

Diniz vence, mas Duque lidera

Na Classe UTV/Buggy Domingos Diniz (team Revi-clap 1) conseguiu o segundo ouro da época, mas é Daniel Duque (Duque TT) quem continua na liderança. Daniel Duque chegou a Ourém na frente e, apesar da derrota continua na frente, mas agora com apenas 4 pontos de vantagem sobre Domingos Diniz.

O CNTrial 4×4 decide-se a 15 de Outubro, em Gandra (Paredes). Numa organização do Clube TT Paredes Rota dos Móveis vão ser encontrados os campeões nacionais de trial 4×4 2017.

 

Scroll To Top